PUBLICIDADE
Notícias

Ariano Suassuna será tema de enredo no carnaval carioca

Escritor foi homenageado pela Império Serrano, e em 2002 pelo bloco pernambucano, Galo da Madrugada. Em 2015, Ariano será tema da Unidos de Padre Miguel

18:02 | 23/07/2014
NULL
NULL

O escritor Ariano Suassuna, que morreu nesta quarta-feira, 23, será inspiração da escola de samba carioca, Unidos de Padre Miguel, no carnaval de 2015. Ariano estava internado desde a última segunda-feira, 21, após sofrer um AVC hemorrágico.

Ariano foi homenageado no desfile do tradicional bloco pernambucano, Galo da Madrugada, que apresentou o enredo “O cavaleiro armorial mandacariza o Carnaval”. A Unidos de Padre Miguel irá desfilar pelo grupo série A do carnaval do Rio de Janeiro. A escola irá desfilar no sábado de carnaval.
[SAIBAMAIS7]Essa será a segunda vez que o escritor será homenageado na Marquês de Sapucaí. Em 2002, Ariano Suassuna teve sua história contada em ritmo de samba, pela escola Império Serrano.

História

Ariano Suassuna nasceu no dia 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Entre suas diversas obras, estão "O auto da compadecida" e o "O Santo e a porca".

Em 1942, ele se mudou para o Recife, onde vive atualmente. Sua primeira peça, "Uma mulher vestida de sol", ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno em 1948.

"O auto da compadecida" foi adaptado para a televisão em 1999, por Guel Arraes, enquanto "Romance d'a pedra do reino" e "O príncipe do sangue do vai-e-volta" deram origem à minissérie "A pedra do reino".

Após série, "O Auto da Compadecida" foi lançado como filme, com Matheus Nachtergaele no papel de João Grilo e Selton Mello como Chicó. Outra adaptação da peça foi produzida em 1987 pelos Trapalhões.

  

Redação O POVO Online

TAGS