PUBLICIDADE
Notícias

ABL decreta luto de três dias por morte de Ariano Suassuna

O presidente da Academia determinou ainda que a bandeira da Academia seja hasteada a meio mastro

19:30 | 23/07/2014
NULL
NULL

A Academia Brasileira de Letras (ABL) decretou nesta quarta-feira, 23, luto oficial de três dias pela morte do escritor Ariano Suassuna - ocupante da cadeira nº 32 da ABL. O presidente da ABL, Geraldo Holanda Cavalcanti, determinou ainda que a bandeira da Academia seja hasteada a meio mastro. Geraldo escreveu uma nota em homenagem a Suassuna no site da ABL. Confira:

“A morte de Ariano Suassuna confrange e entristece a Academia Brasileira de Letras. No espaço de um mês, é o terceiro grande acadêmico que parte. Estendemos à família de Ariano nossos profundos sentimentos de pesar. E à multidão de seus amigos, leitores e admiradores no Brasil e no mundo, nossa solidariedade pela imensa perda. Ariano reunia em sua pessoa as extraordinárias qualidades de homem de letras e de intelectual no melhor sentido da palavra, alguém que, dispondo de uma cultura invulgar, era, ao mesmo tempo, um homem de ação. À sua maneira ocupava-se e preocupava-se com os problemas sociais, focado nos da sua região. Não podemos esquecer seu engajamento com o Movimento Armorial, através do qual buscava revigorar a identidade nordestina e suas peregrinações, levando, com humor, sua mensagem por todo o Brasil”

Redação O POVO Online

TAGS