PUBLICIDADE
Notícias

Morre cinegrafista que foi atingido por rojão durante protesto

Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos, cinegrafista da Rede Bandeirantes, teve morte cerebral na manhã desta segunda-feira, 10

10:53 | 10/02/2014
NULL
NULL

Atualizada às 17h33min

Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos, cinegrafista da Rede Bandeirantes, teve morte cerebral na manhã desta segunda-feira, 10.

Segundo a BandNews, Santiago estava internado em estado grave no Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, desde o último dia 6.

Os médicos teriam feitos exames que mostraram que 90% do lado esquerdo do cérebro do cinegrafista estariam sem irrigação.

Em entrevista a um telejornal da TV Globo, a mulher do cinegrafista, Arlita Andrade, disse que não acreditava que seu marido sobrevivesse.

O Rojão

O cinegrafista foi atingido por um rojão durante manifestação desta quinta-feira, 6, na Central do Brasil. O profissional gravava o protesto quando uma bomba explodiu ao lado de sua cabeça.

Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, onde foi operado no setor de neurocirurgia. Ele deu entrada no hospital com afundamento no crânio e perda de parte da orelha. Segundo a assessoria do hospital, ele chegou em estado de coma. Mais seis pessoas deram entrada com ferimentos no hospital. Nenhuma não corre risco de morte.

A Polícia Militar (PM) prendeu 28 manifestantes que participavam de um protesto contra o aumento das passagens de ônibus na Central do Brasil.

O grupo foi colocado em um micro-ônibus da PM e levado para a 19ª Delegacia de Polícia.

A Investigação

O estudante de contabilidade e tatuador Fábio Raposo admitiu ter manuseado o rojão lançado contra o cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade e se apresentou à Polícia na noite da última sexta-feira, 7.

Ele será indiciado sob suspeita de tentativa de homicídio qualificado e crime de explosão, segundo o delegado Maurício Luciano, da 17ª DP (São Cristóvão).

Trajetória

O cinegrafista tinha 20 anos de profissão, dez deles na Rede Bandeirantes. Santiago ganhou dois prêmios de mobilidade urbana com reportagens sobre o transporte no Rio, em 2010 e 2012. Santiago era casado há 30 anos, ele deixa a mulher, Arlita Andrade, uma filha e três enteados.

Doação de orgãos

Ainda de acordo com a Band News a família anunciou, após a confirmação da morte cerebral de Santiago, que vai doar os orgãos do cinegrafista.

Band lamenta morte de cinegrafista em nota à imprensa:

"A tragédia que envolve a morte do cinegrafista Santiago Andrade – e que nos deixa arrasados diante da perda de um companheiro querido – é mais uma evidência de que a desordem está imperando nas ruas de nossas cidades. O desvairado que soltou a bomba assassina é um exemplar conhecido de baderneiro, como tantos que vêm espalhando o terror, infiltrados entre manifestantes. A força de reação que encontram não tem sido suficiente para intimidá-los. Pelo contrário, estão cada vez mais ousados e seguros nas suas ações violentas. A Band vai acompanhar e exigir, passo a passo, as investigações, o processo e a condenação desse assassino e de seu grupo. E, ao fazer isso, estará solidária não só com a família de Santiago Andrade. Mas com toda a família brasileira, que já não suporta viver cercada de tantas e variadas ameaças,  sentindo-se numa terra de ninguém".

Redação O POVO Online

TAGS