PUBLICIDADE
Política
Noticia

Mais de 70 Câmaras Municipais do Ceará já realizam sessões por videoconferência

Medida, recomendada pela União dos Vereadores e Câmaras do Estado, é uma forma de prevenção e enfrentamento ao coronavírus

Gabrielle Zaranza
18:51 | 06/04/2020
O Município de Madalena adota modelo de plenário virtual desde o início do mês de abril
O Município de Madalena adota modelo de plenário virtual desde o início do mês de abril (Foto: Divulgação)

A União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC) está recomendando que todas as Câmaras Municipais do Estado adotem o sistema de sessões por videoconferência, conforme recomendações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Até o momento, das 184 Casas, cerca de 70 já adotam a medida preventiva. .

LEIA TAMBÉM | Ceará tem cinco mortes por coronavírus em 24 horas; casos chegam a 1.023

“Nossa recomendação é que a melhor forma de fazer as sessões é sem o contato, através do isolamento social proposto pelo Governo do Estado. Isso acontece por meio das sessões virtuais”, explica Guto Mota, presidente da UVC. De acordo com ele, nem todos os municípios conseguem ainda se adaptar à forma remota. Destas, algumas Casas realizam sessões a portas fechadas, com transmissão em redes sociais e cumprimento de orientações médicas — vereadores ficam a pelo menos 5 metros de distância um do outro, com uso de máscaras e higienização. Outras, mantêm as sessões suspensas. Cidades como Juazeiro do Norte, Crato e São Gonçalo do Amarante já funcionam de maneira virtual.

O município de Quixeré, distante 176 quilômetros de Fortaleza, foi a primeira Câmara Municipal cearense a realizar sessão virtual, ocorrida no último dia 25 de março. O vereador Samuel Isidoro, presidente da Casa, conta, que as sessões ocorrem por meio do aplicativo Zoom. Em suas casas, pelo celular, vereadores e assessores se reúnem para discussão de matérias e votação nominal. A primeira sessão foi para adaptação ao modelo, já a segunda, ocorrida na sexta-feira, 3, teve como tema principal ações de combate e prevenção à Covid-19.

Em Madalena, a 162 quilômetros da Capital, o modelo foi adotado oficialmente desde na última quinta-feira, 2. “As adaptações foram feitas através da nossa área de informática, que treinou os nossos colegas para a nova maneira de nos reunirmos, com cada um em suas casas”, relata o presidente da Câmara Valdemiro Júnior (Pros). De acordo com o vereador, sistema tem sido "tranquilo" e sessões ocorrem normalmente. “Nesse momento delicado, temos que ter o máximo de cuidado e não há melhor forma de prevenção que ficar em casa. Enquanto vivenciarmos esse período, estaremos nos reunindo de forma virtual. Não podemos cobrar que as pessoas fiquem em casa se não estamos fazendo nossa parte”, enfatiza.

Plenário virtual ocorre ainda na Câmara dos Deputados, no Senado Federal e na maioria das assembleias legislativas.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >