PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Brasil perde da Polônia em cinco sets pela Liga das Nações

15:07 | 29/05/2019
Polônia venceu Brasil por 3 a 2
Polônia venceu Brasil por 3 a 2 (Foto: Reprodução/Twitter/FIVB)

A Seleção Brasileira de vôlei feminino conheceu nesta quarta-feira sua segunda derrota na Liga das Nações de Vôlei de 2019. Em Amsterdã, na Holanda, o Brasil enfrentou a Polônia e perdeu por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 25/22, 26/28, 25/18 e 15/9.

Para vencer o Brasil, a Polônia contou com grande atuação de Malwina Smarzek. A oposta polonesa foi a maior pontuadora do jogo com 28 pontos, dez a mais que a central Ana Beatriz, maior pontuadora brasileira e segunda maior do jogo com 18 pontos.

As brasileiras, que agora têm três vitórias e duas derrotas, voltam à quadra nesta quinta-feira, às 14h30 (de Brasília), enfrentando a Bulgária, que ainda entra em quadra nesta quarta-feira diante da Holanda.

A Seleção Brasileira não entrou bem em quadra. No primeiro set, não demorou para a Polônia abrir a vantagem necessária para vencê-lo com tranquilidade por 25 a 20. Já no segundo, as brasileiras melhoraram e mantiveram a disputa equilibrada até o final, mas a Polônia conseguiu sequência de pontos no final e venceu por 25 a 22.

Com a derrota a um set de distância, o Brasil se manteve vivo no jogo por detalhes. No terceiro set, a equipe de José Roberto Guimarães começou perdendo por 5 a 0, mas virou o jogo e se manteve à frente até o final, quando desperdiçou quatro match-points. Na prorrogação, as brasileiras fecharam o set por 28 a 26 e seguiram no jogo.

A reação continuou no quarto set em grande estilo. Embalada pela vitória apertada na terceira parcial, a Seleção se desvincilhou da Polônia na metade do set e arrancou rumo a uma vitória tranquila por 25 a 18, levando a decisão para o quinto set.

No set decisivo, a Polônia se recuperou e conseguiu a vitória. As polonesas começaram melhor, abrindo cinco pontos de vantagem no início da parcial. O Brasil tentou esboçar uma reação, mas a equipe europeia levou a melhor no set mais curto, que fechou por 15 a 9.

Gazeta Esportiva