PUBLICIDADE
Esportes

Trump recebe time campeão universitário com buffet de fast food

Considerada uma tradição do esporte norte-americano, as visitas de esportistas e equipes campeãs das ligas nacionais à Casa Branca passaram a mais esparsas e menos badaladas desde que Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos. Entretanto, o time de Clemson Tigers, campeão universitário de futebol americano, não só aceitou o convite como foi recebido [?]

12:45 | 15/01/2019

Considerada uma tradição do esporte norte-americano, as visitas de esportistas e equipes campeãs das ligas nacionais à Casa Branca passaram a mais esparsas e menos badaladas desde que Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos. Entretanto, o time de Clemson Tigers, campeão universitário de futebol americano, não só aceitou o convite como foi recebido com um buffet de fast food.

A surpresa e a descontração criada com o tipo de refeição servida ao time tem um motivo e ele não remete ao esporte. A paralisação do governo dos Estados Unidos, motivada pela queda de braço entre Donald Trump e os Democratas por conta da construção do muro na fronteira com o México, fez com que o cardápio fosse adaptado aos atletas universitários.

Há cerca de duas semanas, o time da Universidade de Clemson superou a tradicional Alabama, até então atuais campeões, por 44 a 16. Além do troféu, os campeões ainda contam com um dos principais prospectos para reforçar a NFL no futuro: o quarterback Trevor Lawrence, conhecido como ?Sunshine?. Na decisão, a promessa teve 347 jardas e lançou três touchdowns. 

De acordo com a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, a opção mais barata de alimentação se deu justamente por corte de gastos, já que parte dos funcionários da residência oficial de Donald Trump foi licenciada com a paralisação do governo. Em seu discurso, o presidente disse ter encomendado cerca de mil hambúrgueres e revelou que a escolha do cardápio foi pela preferência dos atletas.

Além do técnico Dabo Swinney e de membros da comissão técnica, a delegação que visitou a Casa Branca contou com 75 jogadores do elenco.

Gazeta Esportiva

TAGS