Ricardinho quer se manter no topo e responde se é melhor que MessiMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Ricardinho quer se manter no topo e responde se é melhor que Messi

Ricardo Alves foi eleito melhor atleta brasileiro paralímpico de 2018 e já conquistou todos os títulos possíveis. Com 29 anos, o craque do futebol de 5 tem como principal motivação se manter no topo e seguir conquistados medalhas de ouro. ?Tive uma carreira até aqui muito vitoriosa, faço parte de uma geração de jogadores que [?]

07:30 | 14/12/2018

Ricardo Alves foi eleito melhor atleta brasileiro paralímpico de 2018 e já conquistou todos os títulos possíveis. Com 29 anos, o craque do futebol de 5 tem como principal motivação se manter no topo e seguir conquistados medalhas de ouro.

?Tive uma carreira até aqui muito vitoriosa, faço parte de uma geração de jogadores que tem sido muito vitoriosa. Todos os títulos que a Seleção Brasileira pode disputar e pelo clube também eu já pude ganhar e alguns mais de uma vez. Conquistas individuais também. Para que eu possa me manter focado e rendendo, tenho que tentar ganhar esses títulos de novo. Ganhar um Mundial é muito difícil, o quarto é mais difícil ainda, você tem que se manter no topo. Minha motivação é essa, tentar repetir os feitos?, declarou à Gazeta Esportiva.

Questionado se era melhor que a reportagem, o gaúcho riu antes de responder de forma bem-humorada: ?o Messi joga demais, mas está enxergando. Quero ver ele vendado, daí a gente poderia medir (quem é melhor). Mas valorizo muito o futebol dele?, comentou.

Com o Parapan-Americano há apenas alguns meses e os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 chegando, Ricardinho já começou a sua preparação para conseguir bons resultados e só irá parar para comemorar as datas festivas de fim de ano.

?Parei 15 dias depois do fim do Brasileiro, mas já voltei aos treinamentos e não vou mais parar, só no natal e réveillon. Quero chegar em janeiro com a preparação mais forte focado na Copa América, Parapan e os campeonatos de clube. Fazendo um bom ano de 2019, é só dar continuidade para 2020?, afirmou.

Gazeta Esportiva

TAGS