Djokovic sofre, mas vira sobre Anderson e conquista título em Abu DhabiMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Djokovic sofre, mas vira sobre Anderson e conquista título em Abu Dhabi

  Não foi fácil, mas Novak Djokovic já começou com o pé direito a temporada de 2019. Atual líder do ranking mundial e um dos principais atletas da atualidade, o sérvio enfrentou Kevin Anderson na decisão do Mubadala World Tennis Championship, torneio de exibição realizado em Abu Dhabi, e venceu, de virada, o sul-africano por 2 [?]

19:00 | 29/12/2018

 

Não foi fácil, mas Novak Djokovic já começou com o pé direito a temporada de 2019. Atual líder do ranking mundial e um dos principais atletas da atualidade, o sérvio enfrentou Kevin Anderson na decisão do Mubadala World Tennis Championship, torneio de exibição realizado em Abu Dhabi, e venceu, de virada, o sul-africano por 2 sets a 1, parciais 4/6, 7/5 e 7/5.

No primeiro set da decisão, os dois tenistas sacaram muito bem e deram poucas chances para o seu adversário, fazendo com que a parcial caminhasse para o tiebreak. No entanto, Anderson aproveitou a oportunidade que teve no  nono game, quebrou o serviço de Djokovic e confirmou o game seguinte para sair na frente na grande final do torneio.

Atrás do marcado, o atual líder do ranking mundial não se deu por vencido e manteve a intensidade e a concentração no segundo set, que venceu por 7/5 após Anderson sacar muito mal no último game da parcial antes do tiebreak.

Com o jogo empatado, os dois tenistas sabiam que um erro, principalmente em seus serviços, poderia ser fatal para decidir quem seria o grande campeão. Por isso, tanto Anderson como Djkovic sacaram muito bem no terceiro set, porém o sérvio aproveitou o segundo match point no décimo segundo game (Nole tinha perdido três chances de vencer o jogo no décimo game) e fechou a parcial em 75, conquistando o troféu do torneio realizado em Abu Dhabi.

Na última temporada, Djokovic teve um começo bastante irregular, muito por causa dos problemas físicos. Os resultados negativos, como as derrotas inesperadas para o francês Benoit Paire e o japonês Taro Daniel, nos torneios de Miami e Indian Wells, respectivamente,  fizeram com que o sérvio cogitasse se aposentar.

Porém, Nole se recuperou das lesões e teve um segundo semestre impecável, conquistando o torneio de Wimbledon (ganhando na decisão do próprio Anderson), o Aberto dos Estados Unidos ? último Grand Slam da temporada ? e os Masters 1000 de Cincinnati e Shangai, além de assumir a liderança do ranking mundial.

Gazeta Esportiva

TAGS