Diante dos Celtics, Bulls sofrem a pior derrota de sua história na NBAMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Diante dos Celtics, Bulls sofrem a pior derrota de sua história na NBA

A época de ouro do Chicago Bulls, que durante os anos 90, comandado por Michael Jordan, colecionou anéis da NBA, parece estar mesmo distante. Sem ser campeão já há 20 anos e passando por um processo de reconstrução há algumas temporadas, a equipe de Illinois sofreu na madrugada deste sábado para domingo a pior derrota [?]

08:15 | 09/12/2018

A época de ouro do Chicago Bulls, que durante os anos 90, comandado por Michael Jordan, colecionou anéis da NBA, parece estar mesmo distante. Sem ser campeão já há 20 anos e passando por um processo de reconstrução há algumas temporadas, a equipe de Illinois sofreu na madrugada deste sábado para domingo a pior derrota de sua história: Dentro de casa, caiu por 133 a 77 para o Boston Celtics.

Os 56 pontos de diferença sofridos no United Center superam os 53 da derrota por 127 a 74 para o Minnesota Timberwolves, na temporada 2001/02, que até então havia sido a pior derrota da franquia. Por outro lado, o resultado iguala a maior vitória de um visitante na história da NBA, marca que pertence ao Seattle SuperSonics, que bateu o Houston Rockets em 1986 por 136 a 80. Além disso, o Boston Celtics alcança também a sua maior vitória, superando os 51 pontos de diferença que conseguiu na vitória por 153 a 102 sobre o Philadelphia Warriors em 1962.

Com o resultado, o Boston chega ao seu 15° triunfo em 25 jogos, e ocupa a quinta colocação da Conferência Oeste. Chicago, por sua vez, com apenas seis vitórias em 27 partidas, amarga a 15° e última colocação.

Logo nos primeiros minutos de partida, os Celtics abriram um sonoro 17 a 0, e não deixaram a vantagem baixar para menos de 15 pontos durante todo o segundo tempo, chegando inclusive a estabelecer 58 pontos de frente. Ao todo, sete jogadores da equipe chegaram a dois dígitos de pontuação, e os principais nomes foram Jaylen Brown, com 23, e Daniel Theis, com 22. Pelo lado dos Bulls, o destaque ficou por conta de Shaquille Harrison, com 20 pontos, Zach LaVine, com 11 e Cameron Payne, com 10.

Heat bate os Clippers em Los Angeles

Também na noite deste sábado, o Miami Heat visitou o até então líder Los Angeles Clippers e conquistou uma surpreendente vitória por 121 a 98. Com o resultado, os donos da casa caem para a quarta colocação do Oeste e vêem os Warriors assumirem a liderança, enquanto a equipe visitante fica no nono lugar no Leste.

O grande destaque da partida ficou por conta de Dwayne Wade, que foi o cestinha do duelo com 25 pontos. Derrick Jones Jr também teve atuação importante, com 11 rebotes, e Justise Winslow dominou as assistências, com nove.

Gazeta Esportiva

TAGS