América vence o Bahia e ainda respira na Série AMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


América vence o Bahia e ainda respira na Série A

A luta do Coelho para manter-se na Série A do Campeonato Brasileiro permanece. A equipe venceu o Bahia, por 1 a 0, na noite deste domingo, no Independência, pela penúltima rodada do torneio nacional. O resultado deixa o Coelho respirar. Ainda por aparelhos, na UTI do hospital do Campeonato Brasileiro, mas ainda serve como um [?]

20:15 | 25/11/2018

A luta do Coelho para manter-se na Série A do Campeonato Brasileiro permanece. A equipe venceu o Bahia, por 1 a 0, na noite deste domingo, no Independência, pela penúltima rodada do torneio nacional.

O resultado deixa o Coelho respirar. Ainda por aparelhos, na UTI do hospital do Campeonato Brasileiro, mas ainda serve como um alento para os torcedores do América que sonham com a permanência na Série A. O time alviverde chegou aos 40 pontos, na 17ª colocação do Brasileirão. Adversários diretos: Chape, Vasco, Ceará e Fluminense não venceram na rodada.

A decisão agora será no próximo domingo, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro. O Coelho não depende apenas dele, afinal, está dentro da zona de rebaixamento. Mas o próximo fim de semana reserva emoções para torcedores de norte a sul.

Primeiro tempo

A partida tinha um tom muito nervoso, devida à situação do América. A equipe mineira precisava da vitória para seguir com o sonho de continuar na elite do futebol brasileiro. Pelo lado do Bahia, a expectativa era garantir a vaga na Copa Sul-Americana, mas os resultados foram favoráveis ao Tricolor que já entrou em campo com a fatura liquidada.

Apesar disso, o Bahia iniciou a partida melhor. A equipe da Boa Terra construía boas jogadas, sobretudo, considerando o lado esquerdo, na direita do América. Esse espaço do campo que o meia Zé Rafael atuava e isso fazia diferença.

O América buscava sair e utilizava bastante os avanços de Matheusinho e Marquinhos, ambos com velocidade. Luan era pouco efetivo e não contribuía muito com o jogo.

A melhor chance do Coelho aconteceu aos 33 minutos. O camisa 7 Marquinhos cobrou falta e a bola levou bastante perigo, arrancando os gritos das arquibancadas. A bola, no entanto, pegou na rede pelo lado de fora.

O Bahia teve sua principal oportunidade aos 45. Em cobrança de escanteio, Clayton apareceu no primeiro poste e desviou de cabeça, levando muita dificuldade para o goleiro João Ricardo. Após essa chance, o Tricolor ameaçou uma pressão, mas o tempo contou a favor do Coelho.

Segundo tempo

Não teve muito tempo para analises e o América abriu o placar na etapa complementar. Em troca de passes no ataque, aos 2 minutos, Rafael Moura deixou para Juninho e o volante bateu, meio desequilibrado, mas a bola morru no fundo das redes.

Depois do tento, o Coelho esperou o adversário. A equipe apostava nos contra-ataques e dava a bola para o Bahia. O Tricolor trocava passes, mas não tinha intensidade ? nem necessidade para isso tinha, alias.

O América por pouco ampliou com um ótimo passe do garoto Carlos França para Rafael Moura, aos 28 minutos, mas a bola passou na frente do gol e não foi aproveitada.

Aos 39 o América teve uma ótima chance para matar o jogo. O atacante Rafael Moura conseguiu recuperar a bola e carregou para o ataque. Ele encontrou Matheusinho sozinho, mas o jovem mandou por cima do gol.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA MINEIRO 1 X 0 BAHIA

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: Domingo, dia 25 de novembro de 2018

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)

Assistentes: Anderson José Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Gols: Juninho, aos 2 minutos do segundo tempo (América)

Cartões: Tiago (2) (Bahia)

Cartão vermelho: Tiago (Bahia)

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Juninho, Zé Ricardo e Matheusinho; Luan, Marquinhos (Carlos França) e Rafael Moura

Técnico: Givanildo Oliveira

BAHIA: Douglas Friedrich, Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Zé Rafael, Ramires (Vinicius), Clayton (Gilberto), Edigar Junior.

Técnico: Enderson Moreira

Gazeta Esportiva

TAGS