Murray afirma que ainda precisa melhorar fisicamenteMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Murray afirma que ainda precisa melhorar fisicamente

Com a temporada do tênis mundial chegando ao ?Asia Tour? (momento do calendário em que os principais torneios são realizados na Ásia, como o Masters 1000 de Shangai), Andy Murray tem uma grande oportunidade de retomar o alto nível e voltar a conquistar títulos. O britânico irá jogar o ATP 250 de Shenzhen e, em [?]

15:30 | 24/09/2018

Com a temporada do tênis mundial chegando ao ?Asia Tour? (momento do calendário em que os principais torneios são realizados na Ásia, como o Masters 1000 de Shangai), Andy Murray tem uma grande oportunidade de retomar o alto nível e voltar a conquistar títulos. O britânico irá jogar o ATP 250 de Shenzhen e, em entrevista ao site da ATP, destacou que busca ganhar confiança e ritmo durante as próximas partidas.

?Já faz um tempo desde que voltei às quadras, porém ainda sinto que meu físico não está da maneira que eu gostaria. Treinei muito para estar em Shenzhen e a cada dia sinto que estou melhorando. O que eu realmente espero é mostrar um bom tênis e, desta forma, pegar ritmo. Acho que preciso de mais partidas e torneios para me sentir melhor fisicamente?, afirmou o tenista britânico.

Apesar do torneio ser de um nível abaixo do que Murray está acostumado a jogar, o ATP 250 de Shenzhen será um dos dois torneios que o britânico fará ainda nesta temporada, sendo o ATP 500 de Pequim o outro. Com isso, o tenista ficará de fora dos dois últimos Masters 1000 do ano, o de Shanghai e o de Paris. Segundo o próprio atleta, a decisão foi em conjunto com sua equipe, para que não tenha chances de uma lesão e possa condicionar mais seu físico.

Atualmente na posição 311 do ranking mundial, Murray passou praticamente toda a temporada se recuperando dos problemas físicos e tentando voltar a jogar em um nível competitivo. O desgaste está muito relacionado com a temporada de 2016, a melhor na carreira do britânico, quando chegou ao topo do ranking pela primeira vez e dominou boa parte do calendário.

Além disso, a temporada de 2016 foi a mais vitoriosa da carreira do britânico, que conquistou nove títulos neste período. No entanto, após o seu ápice na carreira, Murray ganhou só um título em praticamente dois anos, o ATP 500 de Dubai, e não conseguiu mais atuar sem os problemas físicos.

Gazeta Esportiva

TAGS