Atual campeão, Nadal vence mais uma e segue na luta do US OpenMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Atual campeão, Nadal vence mais uma e segue na luta do US Open

Atual campeão do Aberto dos Estados Unidos, Rafael Nadal levou a melhor mais uma vez, neste domingo, no estádio principal da competição. Desta vez, ele enfrentou o georgiano Nikoloz Basilashvili e terminou com saldo positivo depois de anotar parciais de 6/3, 6/3, 6/7 (6-8) e 6/4, em 3h23 de confronto. Para se manter na ponta [?]

17:15 | 02/09/2018

Atual campeão do Aberto dos Estados Unidos, Rafael Nadal levou a melhor mais uma vez, neste domingo, no estádio principal da competição. Desta vez, ele enfrentou o georgiano Nikoloz Basilashvili e terminou com saldo positivo depois de anotar parciais de 6/3, 6/3, 6/7 (6-8) e 6/4, em 3h23 de confronto.

Para se manter na ponta do ranking, Nadal não precisa sequer defender o último título em Nova Iorque. Para o espanhol, basta ser semifinalista para permanecer à frente do segundo colocado, Roger Federer. Agora, no torneio, o desafio é contra Dominic Thiem. O austríaco levou a melhor em cima do sul-africano Kevin Anderson por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/2 e 7/6 (7-2), em 2h40 de embate.

O retrospecto era favorável para o espanhol, já que o único duelo anterior contra Nikoloz foi uma tranquila vitória de Nadal, que marcou 6/0, 6/1 e 6/0. O triunfo aconteceu na campanha para o décimo título de Roland Garros.

Desta vez, o dono da ponta do ranking também não teve grandes dificuldades. Na primeira parcial, foram erros do atual 37 do mundo no oitavo game que deram a vantagem para Nadal. Na segunda etapa, o espanhol voltou embalado, quebrou o adversário na primeira chance e voltou a conquistar um game no nono, para ficar à frente e ampliar a vantagem no marcador.

O terceiro set foi o mais acirrado, com Nadal errando e cedendo um ponto. O espanhol, entretanto, logo revidou para voltar a comandar o embate. A parcial seguiu equilibrada, sem grandes dificuldades para confirmar dos dois lados. O tie-break foi forçado e, no desempate, com dois serviços perdidos de cada lado, Basilashvili mostrou resistência e conseguiu adiar o fim da disputa. A quarta etapa foi decidida com erro do georgiano, que entregou o oitavo game e deu a vantagem a Nadal.

Gazeta Esportiva

TAGS