Fraga vence corrida um e Zonta leva a melhor na segunda provaMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Fraga vence corrida um e Zonta leva a melhor na segunda prova

Campeão de 2016 da Stock Car, Felipe Fraga voltou a levar a melhor em uma corrida neste domingo. Ele liderou a prova um, fazendo manobra ousada em cima de Daniel Serra. O atual líder do campeonato, depois de pit stop irregular, foi desclassificado da segunda disputa. Assim, foi Ricardo Zonta quem fez o melhor tempo [?]

15:31 | 20/08/2018

Campeão de 2016 da Stock Car, Felipe Fraga voltou a levar a melhor em uma corrida neste domingo. Ele liderou a prova um, fazendo manobra ousada em cima de Daniel Serra. O atual líder do campeonato, depois de pit stop irregular, foi desclassificado da segunda disputa. Assim, foi Ricardo Zonta quem fez o melhor tempo na prova dois, no Circuito de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Na categoria, o domingo foi confuso e também marcado pelo ferimento de três mecânicos na corrida da divisão de acesso, a Stock Light. Mais tarde, na segunda prova da Stock Car, não apenas Daniel Serra foi desclassificado. Outros três pilotos ficaram de fora da disputa após discussão sobre pit stop sob safety car.

No início da primeira corrida, Serra, dono da pole position, administrou a vantagem frente a Fraga, enquanto Lucas di Grassi superou Cacá Bueno. Em uma pista suja e com pouca aderência, o líder da competição acabou superado por Fraga, que alargou a vantagem antes do pit stop.

Com os dois oscilando no primeiro posto, Felipe usou botão de ultrapassagem para controlar sua atravessada e ficar na dianteira. Ele venceu e foi seguido por Serra e Wilson. Cacá Bueno, Ricardo Maurício e Thiago Camilo chegam em seguida.

Confusão na segunda prova

Na segunda prova, com o grid invertido, Vitor Genz saiu na dianteira, segurou bem a liderança, mas foi superado por Rubens Barrichello na sétima volta, que logo ficou para trás com o bom desempenho de Átila Abreu. Foi ai que começo a confusão. Com o safety car ativado, os pilotos não sabiam se podiam ir ao pit stop.

Neste momento de indecisão, Rubinho acabou não entrando nos boxes e ficou com o segundo posto. Do outro lado, entretanto, Cacá Bueno, Ricardo Zonta, Thiago Camilo, Gabriel Casagrande, Daniel Serra e Valdeno Brito fizeram suas trocas. Os quatro últimos acabaram punidos e os dois primeiros, respectivamente, assumiram a ponta para vencer.

Gazeta Esportiva

TAGS