Com calendário ampliado, pilotos pedem férias de verão mais longasMais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Com calendário ampliado, pilotos pedem férias de verão mais longas

Tradicionalmente, as chamadas ?férias de verão? da MotoGP têm pelo menos quatro semanas, entre a corrida de Sachsenring em julho e a corrida de Brno em agosto. Neste ano, porém, com o calendário sendo ampliado para 19 corridas, serão apenas três semanas entre os dois Grandes Prêmios. Líder do campeonato, Marc Márquez, por exemplo, é um [?]

20:00 | 02/08/2018

Tradicionalmente, as chamadas ?férias de verão? da MotoGP têm pelo menos quatro semanas, entre a corrida de Sachsenring em julho e a corrida de Brno em agosto. Neste ano, porém, com o calendário sendo ampliado para 19 corridas, serão apenas três semanas entre os dois Grandes Prêmios.

Líder do campeonato, Marc Márquez, por exemplo, é um dos pilotos que pediram férias mais longas. ?Será importante talvez aumentar as férias em mais uma semana. Foi uma pausa de verão muito curta, para nós foi como uma semana e meia, porque você precisa estar em forma para começar a segunda parte da temporada, duas corridas seguidas. Todos os anos temos mais corridas, mas sei que a Dorna está trabalhando no calendário, pois acredita que será importante para todos?, pontuou.

Quem também concorda com as férias terem sido curtas foi Jorge Lorenzo, que revelou ter tido só três dias de folga na pausa do verão, já que a World Ducati Week anual foi realizada nesse período, e disse que um mês de folga seria melhor nas próximas temporadas. ?Só tive três dias (de descanso) antes de ter que partir para Misano para a World Ducati Week, por isso as minhas férias foram muito curtas desta vez?, afirmou o espanhol, que completou.

?É bom ter muitas corridas porque é a nossa paixão, é o nosso trabalho, mas é difícil descansar e se recuperar de uma corrida para outra. Honestamente, três semanas de descanso no meio do campeonato não é tanto. Seria melhor ter um mês no mínimo e fazer um teste no meio. É melhor do que apenas três semanas, que é finalmente de duas semanas?, concluiu.

Valentino Rossi, porém, não vê problemas com férias mais curtas, uma vez que há menos corridas consecutivas ao longo da temporada. Mas também não vê uma semana a mais com maus olhos ?Para mim, o calendário deste ano é bom, porque não temos muitas corridas seguidas. Então você tem sempre uma semana parado, então é bom para preparar a próxima corrida de maneira perfeita. Mas eu concordo, com mais uma semana todo mundo ficaria feliz, acho que no ano que vem precisamos de mais uma semana?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS