PUBLICIDADE
Esportes

Guga destaca importância de Neymar e mostra otimismo pro futuro

Aos 41 anos de idade e sem jogar profissionalmente há mais de 10 anos, Gustavo Kuerten, o Guga, ainda tem o poder de inspirar as pessoas. Nesta sexta-feira, o maior tenista masculino da história do tênis brasileiro participou de uma entrevista coletiva durante o  6º ENEG (Encontro Nacional das Escolas Guga) que reuniu gestores e professores [?]

17:15 | 20/07/2018

Aos 41 anos de idade e sem jogar profissionalmente há mais de 10 anos, Gustavo Kuerten, o Guga, ainda tem o poder de inspirar as pessoas. Nesta sexta-feira, o maior tenista masculino da história do tênis brasileiro participou de uma entrevista coletiva durante o  6º ENEG (Encontro Nacional das Escolas Guga) que reuniu gestores e professores das 48 unidades franqueadas no país e mostrou, mais uma vez, o quanto luta pelo esporte brasileiro.

Bastante à vontade, o ex-número um do mundo começou falando sobre a maneira como Neymar agiu durante a Copa do Mundo. Para Guga, o atacante brasileiro tem enorme capacidade para fazer com que o esporte brasileiro tenha mais uma referência positiva.

?Eu procuro cultivar e me aproximar de coisas positivas, e o Neymar tem tantas coisas positivas, temos que valorizar isso. Não vale a pena ficar cultivando as coisas negativas. Assim como nesse projeto que estamos fazendo, preferimos dar força, motivar, já são tão raros os exemplos bons. Temos que apoiar?.

O catarinense também destacou a qualidade do craque do Paris-Saint Germain. Para Guga, Neymar tem tudo para ser a grande referência do futebol mundial, pois talento ele tem de sobra. Para que isso aconteça, as mudanças precisam partir não apenas dele, mas também do povo brasileiro.

?O Neymar pra mim vai ser o melhor do mundo com toda a certeza. É uma questão de tempo para isso acontecer e que bom que ele é brasileiro. Então vamos auxiliar para que isso aconteça de uma maneira mais adequada, para que ele sirva de exemplo para todas as crianças que pratiquem esporte. Essa é a mentalidade?.

Durante as quase duas horas de evento, o tricampeão de Roland Garros falou sobre o projeto que comanda com o objetivo de incentivar mais pessoas a inserirem o tênis em suas vidas, seja amadoramente ou com o objetivo de se tornar um profissional. Com metodologia própria para 3.000 alunos (sendo crianças, adolescentes e adultos), Guga hoje atua na preparação do Time Guga, uma geração de novos talentos do tênis brasileiro.

?Os resultados no Brasil simplesmente acontecem no Brasil. Temos que fazer com que haja uma paixão pelo tênis, que as crianças tenham interesse pelo esporte, pelo tênis. É muito difícil imaginar, há sete anos, reunir tantas pessoas que amam o esporte. Ver que tudo isso está de pé, com pessoas boas competentes em todas as regiões do Brasil, agregando o esporte tanto ao resultado como com disciplina e respeito. Precisamos parar de pensar apenas na vitória ou na derrota?.

Por fim, o histórico tenista brasileiro falou sobre o seu começo de carreira, destacando que sempre lembra do passado para focar nos objetivos do projeto. ?Eu tive muitas pessoas que me ajudara. Até os meus 30, 32 anos, eu não tive que tomar nenhuma decisão, eu tinha que decidir dentro de quadra. Precisamos preparar nossos atletas e focar ao máximo para trabalhar bem porque o tênis é muito exigente, é decidido nos detalhes. O grande diferencial é a preparação correta?.

* Especial para a Gazeta Esportiva

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS