PUBLICIDADE
Esportes

16° etapa do Tour de France é marcada por protesto de fazendeiros

Nesta terça-feira, o francês Julian Alaphilippe venceu a 16° etapa do Tour de France, uma rota de 218 km entre Carcassonne e Bagnères-de-Luchon. O espanhol Jon Izagirre Insausti e o britânico Adam Yates completaram o pódio. A prova, contudo, ficou marcada mesmo por um protesto de fazendeiros que bloquearam a estrada e causaram uma interrupção de [?]

13:45 | 24/07/2018

Nesta terça-feira, o francês Julian Alaphilippe venceu a 16° etapa do Tour de France, uma rota de 218 km entre Carcassonne e Bagnères-de-Luchon. O espanhol Jon Izagirre Insausti e o britânico Adam Yates completaram o pódio. A prova, contudo, ficou marcada mesmo por um protesto de fazendeiros que bloquearam a estrada e causaram uma interrupção de 10 minutos na corrida.

Agricultores, como forma de manifestação contra a redução de alguns subsídios para o setor, bloquearam um trecho da pista, 26 quilômetros após a largada. Para liberar a via e dispersar os manifestantes, a polícia teve de intervir utilizando gás lacrimogênio, e o spray acabou prejudicando também os ciclistas. Com isso, a prova teve de ser interrompida por 10 minutos, para que os competidores recebessem atendimento médico.

Após a relargada, o belga Philippe Gilbert teve uma queda muito forte, mas felizmente não sofreu nenhuma lesão mais grave. O britânico Adam Yates chegou a liderar o pelotão, mas na tentativa de aumentar a distância para seus oponentes, também caiu.

Com a vitória de Julian Alaphilippe, o britânico Geraint Thomas segue com a camisa amarela, na liderança geral, seguido por Froome e Dumoulin. Na classificação por pontos, o líder é o eslovaco Peter Sagan, seguido por Kristoff e Demare.

Gazeta Esportiva

TAGS