PUBLICIDADE
Esportes

Técnico do Paulistano comemora título: ?Fomos muito regulares?

Depois de levar o título do NBB neste sábado, o Paulistano tem muito o que comemorar. A conquista da competição nacional foi a primeira da equipe em sua história. O técnico do clube, Gustavo de Conti, destacou as atuações regulares do seu time ao longo de toda a temporada. ?O sentimento é de felicidade e [?]

20:30 | 02/06/2018

Depois de levar o título do NBB neste sábado, o Paulistano tem muito o que comemorar. A conquista da competição nacional foi a primeira da equipe em sua história. O técnico do clube, Gustavo de Conti, destacou as atuações regulares do seu time ao longo de toda a temporada.

?O sentimento é de felicidade e de agradecimento ao clube Paulistano por tudo que nos proporciona. Todos os times merecem ser campeões, mas fomos muito regulares durante toda a temporada, com direito a vitórias com grandes diferenças no placar e também com um certo nível de dominância?, constatou o comandante.

A dupla composta por Yago e Lucas Dias também celebrou muito. Ambos tiveram grande atuação no confronto decisivo diante do Mogi, e o armador, cestinha do Paulistano neste sábado, destacou a própria confiança na hora de falar à imprensa.

?Eu sempre jogo com muita confiança e hoje não foi diferente. Sempre que o Gustavo me coloca em quadra eu busco ajudar o time com meu basquete. Hoje eu consegui converter bolas importantes e ajudar o Paulistano a vencer o jogo e conquistar esse título histórico?, afirmou, seguido por Lucas Dias.

?Estou feliz demais por ter buscado uma coisa que queria sempre. Sempre vi grandes jogadores, como Marcelinho, chegando em Finais e sendo campeão. Esse título é muito importante para a carreira de um jogador. Ano passado tivemos um momento muito difícil, ainda mais para mim, que me machuquei. Isso ficou marcado para todos. Nos preparamos e trabalhamos a temporada inteira para chegar nesse momento. Agora o sentimento é de alegria?, concluiu o ala.

Guerrinha lamenta, mas exalta desempenho do Mogi

Pelo lado dos vice-campeões, o sentimento ainda assim é de orgulho. O próprio comandante Guerrinha embasou a afirmação, declarando que a tristeza pela segunda colocação deve ser minimizada em detrimento às boas atuações do Mogi ao longo da competição.

?Estamos muito frustrados por termos perdido em casa, mas muito honrados por conseguirmos chegar ao segundo lugar do NBB, que é muito difícil. O Paulistano teve todo o mérito de sair com o título. Foi a terceira vez que eles chegaram à final e essa foi a nossa primeira. Queríamos o topo, claro, mas infelizmente não conseguimos. Nunca faltou entrega e nem dedicação para a nossa equipe. Saímos orgulhosos?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS