PUBLICIDADE
Esportes

J.R. Smith explica lance bizarro do fim do jogo 1 contra os Warriors

Jogo empatado, 4 segundos no cronômetro e posse de bola. A partida tinha um cenário favorável para o Cleveland Cavaliers sair na frente na série das Finais da NBA contra o Golden State Warriors na casa do adversário. No entanto, a bola caiu nas mão de J.R. Smith, que foi em sentido contrário ao garrafão [?]

10:30 | 01/06/2018

Jogo empatado, 4 segundos no cronômetro e posse de bola. A partida tinha um cenário favorável para o Cleveland Cavaliers sair na frente na série das Finais da NBA contra o Golden State Warriors na casa do adversário. No entanto, a bola caiu nas mão de J.R. Smith, que foi em sentido contrário ao garrafão e com o tempo correndo, não arremessou nem deu passe e os Cavs perderam a oportunidade de fazer a cesta que terminaria o jogo.

O lance inacreditável que levou a partida à prorrogação com 113 a 113 no placar, desestabilizou o time de Stephen Kerr, que não conseguiu manter o mesmo ritmo e perdeu por 124 a 114. A trapalhada do ala-armador gerou revolta na torcida e em LeBron James, que, durante o lance, apontava efusivamente para o lado ofensivo da quadra. Depois do jogo, Smith explicou o que aconteceu.

?Peguei um rebote com jogo empatado. E tentei ganhar espaço porque vi KD (Kevin Durant) na minha frente. E aí recuei, talvez para tentar um arremesso. E aí olhei para LeBron, e ele tentava pedir tempo, então parei. E o jogo acabou?, revelou.

Foi levantada a possibilidade de o jogador ter se confundido com o placar, achando que os Cavs tinham a vantagem, mas Smith negou que tenha errado as contas. ?Claro que não. Eu sabia que o jogo estava empatado?, declarou.

Apesar da reclamação na hora da partida, LeBron tirou a culpa do amigo após o jogo. ?Não vou culpar J.R., na verdade nunca vou culpar nenhum dos meus companheiros. Vamos para o próximo jogo. Temos que seguir em frente?, disse o camisa 23, que anotou 51 pontos no jogo.

Com 1-0 na série, o Golden State recebe o jogo 2 na Oracle Arena no próximo domingo (3), às 21h (de Brasília).

 

Gazeta Esportiva

TAGS