PUBLICIDADE
Esportes

Lewis Hamilton teme que Mercedes seja a terceira força em Mônaco

Depois de Mônaco ter representado a única prova que a Mercedes não teve um piloto no pódio em 2017, Lewis Hamilton se mostrou preocupado de a escuderia alemã não conseguir fazer frente aos seus principais adversários no grande prêmio francês. ?Prevejo que será um fim de semana difícil. Não que será impossível, mas muito mais [?]

18:00 | 23/05/2018

Depois de Mônaco ter representado a única prova que a Mercedes não teve um piloto no pódio em 2017, Lewis Hamilton se mostrou preocupado de a escuderia alemã não conseguir fazer frente aos seus principais adversários no grande prêmio francês.

?Prevejo que será um fim de semana difícil. Não que será impossível, mas muito mais próximo e pode ser que nós não estaremos no mesmo ritmo dos outros?, declarou o atual campeão mundial.

?Descobriremos amanhã (quinta-feira) o real ritmo. Estou empolgado com o desafio de qualquer forma. Se você olhar para o ano passado, houve vantagens em fazer pitstops antes ou depois dos concorrentes, então tudo ainda é possível?, completou.

Líder do Mundial de Pilotos com 95 pontos, o piloto britânico acredita que a Mercedes ?aprendeu muito? com o desempenho ruim no GP de Monaco na temporada passada da Fórmula 1.

?Estamos confiantes com nossa preparação. Ela foi definitivamente melhor do que antes?, declarou Hamilton antes de prever que a Red Bull deverá ser uma forte concorrente. ?Se você olhar para a última corrida e os testes de fevereiro, e até mesmo nos testes recentes, as Red Bulls foram particularmente velozes no último setor?.

?A Ferrari foi muito, muito forte aqui no ano passado, mas, por qualquer motivo, a Red Bull não se encontrou ? mas talvez eles se encontrem neste fim de semana?, finalizou o tetracampeão.

Gazeta Esportiva

TAGS