PUBLICIDADE
Esportes

LBF tem fim de semana decisivo com possível definição dos finalistas

A Liga de Basquete Feminino pode conhecer neste final de semana seus grandes finalistas. Com vantagens em suas séries, Campinas e Sampaio Basquete jogam por apenas uma vitória, enquanto Blumenau e Uninassau precisam do triunfo para se manterem vivos na competição e forçar o jogo 3. Neste sábado, às 17 horas (de Brasília), o único [?]

22:45 | 11/05/2018

A Liga de Basquete Feminino pode conhecer neste final de semana seus grandes finalistas. Com vantagens em suas séries, Campinas e Sampaio Basquete jogam por apenas uma vitória, enquanto Blumenau e Uninassau precisam do triunfo para se manterem vivos na competição e forçar o jogo 3.

Neste sábado, às 17 horas (de Brasília), o único representante de São Paulo nas semifinais recebe a equipe de Santa Catarina no ginásio da Ponte Preta. O destaque do Campinas nesta reta final tem sido a ala Patty, que tem 20 pontos por jogo de média e foi a cestinha da equipe na última semana.

?Eu me sinto motivada a cada dia, em cada treino que faço e isso ajuda nos jogos. Acho que a bola cai mais. Estou conseguindo fazer minha parte em ajudar a equipe e me sinto feliz?, comemorou a jogadora.

O Blumenau, por sua vez, quer seguir fazendo história em sua melhor temporada na LBF. ?Para nós, é ganhar ou ganhar, para deixar no 0x0 e fazer um último jogo pra decidir quem avança à final?, avaliou a ala Carina Felippus, que tem média maior que 10 pontos por jogos em 2018.

Já no domingo, a decisão será no ginásio do Castelinho, em São Luís. Às 15 horas (de Brasília), o Sampaio recebe a Uninassau para o segundo jogo da série nordestina da semifinal, com transmissão ao vivo da TV Gazeta. Após a vitória por 83 a 73 no Recife, o tricolor do Maranhão aposta no apoio da torcida para garantir a vaga na final.

?Acho que o ponto importante para alcançar o nosso objetivo é melhorar principalmente nosso balanço defensivo. Uninassau é um time que gosta de jogar em transição e contra ataque, e no jogo 1 permitimos que elas fizessem isso. Então, para esse jogo, temos que minimizar ao máximo? analisou a ala Tati Pacheco, que foi vice-campeã na temporada passada jogando justamente pela Uninassau.

A equipe pernambucana embarcou para São Luís nesta sexta e o técnico Roberto Dornelas espera o time focado durante os 40 minutos da partida. ?Desde o início da Liga, estamos tendo jogos muito difíceis. Isso tem sido uma constante devido à igualdade das equipes. Este será mais um jogo daqueles onde qualquer momento de descuido pode ser fatal. Precisamos jogar como na fase anterior, focados durante todo o jogo. Estamos prontos para mais esta batalha?, finalizou Dornelas.

Gazeta Esportiva

TAGS