PUBLICIDADE
Esportes

Celtics vencem os Cavs e ficam a uma vitória da final da NBA

O Boston Celtics chegou ao seu 10º jogo de invencibilidade nos playoffs da NBA. Não bastasse isso, o triunfo dessa quarta-feira ainda deixou o time a apenas uma vitória de conquistar o título da Conferência Leste e chegar em mais uma final do maior campeonato de basquete do mundo. Com certa facilidade, os Celtics fizeram [?]

01:00 | 24/05/2018

O Boston Celtics chegou ao seu 10º jogo de invencibilidade nos playoffs da NBA. Não bastasse isso, o triunfo dessa quarta-feira ainda deixou o time a apenas uma vitória de conquistar o título da Conferência Leste e chegar em mais uma final do maior campeonato de basquete do mundo. Com certa facilidade, os Celtics fizeram 96 a 83 no Cleveland Cavaliers e abriram 3 a 2 na série melhor de sete. O resultado obriga os Cavs a venceram o confronto de sexta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), dessa vez em Cleveland.

O jovem Jayson Tatum, de apenas 20 anos, foi o grande destaque do jogo com 24 pontos, sete rebotes e quatro assistências, além de conseguir três roubadas de bola e um toco.

O primeiro quarto foi avassalador para a equipe comandada por Brad Stevens. Valendo-se do fator casa e aproveitando também o início apático dos adversários, o time verde conseguiu colocar uma grande diferença no marcador ao final do período: 32 a 19.

Os dez minutos seguintes viram os donos da casa administrarem a vantagem, permitindo apenas uma ligeira reação do time de Cleveland, que cortou a superioridade rival em dois pontos. Indo para o intervalo, os Celtics se apoiavam na boa atuação do calouro Jayson Tatum, que liderava a equipe em pontos, com 12, combinados com três assistências e dois roubos de bola.

Na terceira rodada, mais domínio dos Celtics. Os Cavs chegaram a cortar a diferença no placar para 10 pontos, algo alcançável, mas logo os donos da casa retomaram o controle do embate e foram para os últimos dez minutos com 16 pontos à frente.

No fim, os Cavs não tiveram forças. LeBron James pareceu acusar o cansaço e, quando percebeu que não tinha mais jeito, a três minutos do fim, foi para o banco e não voltou mais para o jogo. Assim, os donos da casa não tiveram dificuldades para administrar a vantagem e comemorar mais uma vitória diante de seu torcedor.

 

Gazeta Esportiva

TAGS