PUBLICIDADE
Esportes

Campeão olímpico de taekwondo é suspenso acusado de abuso sexual

Nesta segunda-feira, o bicampeão olímpico de taekwondo Steven Lopez foi suspenso temporariamente pela Confederação de Taekwondo dos Estados Unidos (USA Taekwondo) por acusação de abusos sexuais contra colegas do esporte. Quatro atletas processam o Comitê Olímpico do Estados Unidos (USOC) e a Federação de Taekwondo do país por tráfico sexual. Na denúncia, as taekwondistas alegam ter [?]

19:30 | 08/05/2018

Nesta segunda-feira, o bicampeão olímpico de taekwondo Steven Lopez foi suspenso temporariamente pela Confederação de Taekwondo dos Estados Unidos (USA Taekwondo) por acusação de abusos sexuais contra colegas do esporte. Quatro atletas processam o Comitê Olímpico do Estados Unidos (USOC) e a Federação de Taekwondo do país por tráfico sexual.

Na denúncia, as taekwondistas alegam ter sido forçadas a viajar com os irmãos, que as representavam perigo. ?Ao menos desde 2007, o USOC e a USA Taekwondo têm protegido, empoderado e encoberto Jean Lopez com a autoridade, legitimidade e confiança de ser o técnico oficial da equipe americana de taekwondo e seu irmão Steven?, diz a denúncia. ?Fazendo isso, expuseram centenas de jovens atletas a dois predadores sexuais adultos?.

A taekwondista Amber Means Randall alega que Steven Lopez a drogou e a estuprou. Campeã mundial em 1998, Heidi Gilbert, acusa Jean Lopez de agredi-la sexualmente durante um evento na Alemanha. Gabriela Joslin alega ter sido ?violentamente estuprada? por Jean Lopez em 2011.

A primeira das quatro atletas a acusar Steven Lopez foi Mendy Meloon, em 2007. A campeã mundial em 1998 acusa Jean Lopez de entrar em seu quarto de hotel e penetrá-la durante um evento em Cairo, no Egito, em 1997. Na época, a taekwondista tinha apenas 15 anos. No entanto, sua acusação não foi acatada pela Federação, que apoiou a decisão do técnico Jean Lopez de mantê-la fora da equipe.

Em entrevista ao USA Today Sports em junho, Steven Lopez negou qualquer comportamento sexual inadequado. ?Nunca. Nada, nada mesmo. Nada como isso. Nada nem perto disso?. O americano foi medalhista de ouro nas olimpíadas de 2000, na Austrália, e 2004, na Grécia.

Gazeta Esportiva

TAGS