PUBLICIDADE
Esportes

Ricciardo relembra vitória em Baku e chega embalado no Azerbaijão

Dono do melhor tempo no Circuito de Baku da última temporada, o australiano Daniel Ricciardo chega embalado para o Grande Prêmio do Azerbaijão, deste final de semana. Isso porque, além de contar com a confiança da última temporada, ainda tem a seu favor o resultado da última corrida, na China, quando também subiu no lugar [?]

17:45 | 24/04/2018

Dono do melhor tempo no Circuito de Baku da última temporada, o australiano Daniel Ricciardo chega embalado para o Grande Prêmio do Azerbaijão, deste final de semana. Isso porque, além de contar com a confiança da última temporada, ainda tem a seu favor o resultado da última corrida, na China, quando também subiu no lugar mais alto do pódio. ?No último ano, assim como na semana em Xangai, o time teve uma estratégia incrível e tivemos um bom resultado na corrida?, lembra o piloto.

?Em 2017, não pensava que conseguiríamos abrir caminho até a ponta, de jeito nenhum, mas todo mundo na frente estava ?caindo como moscas?. Eu estava fazendo algumas boas ultrapassagens e havia todo esse impulso me mantendo?, relembra da ocasião em que levou a melhor no circuito europeu. ?Quando cruzei a linha de chegada, estava um pouco confuso, pensando em como ganhamos essa corrida, mas também em êxtase?.

Se o tempo de 2h03min55s573 colocou o atleta à frente dos demais na temporada de 2017, dessa vez, Ricciardo espera um melhor número e mais ultrapassagens. ?Baku é diferente de outros circuitos de rua porque há muitos lugares onde você pode passar os rivais. Ao contrário de Mônaco e Cingapura, onde não há muitos lugares para ultrapassar?, comparou.

Para o piloto, a maior dificuldade no Azerbaijão é a frenagem, já que o circuito exige alta velocidade. ?Você tem que frear o mais tarde possível ? mas não há espaço para erros. Eu diria que a parte mais difícil sobre Baku é encontrar o limite com a frenagem, e conquistar essa confiança?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS