PUBLICIDADE
Esportes

Segunda edição de jr. NBA League no Brasil terá novidades e lendas brasileiras

Sucesso em 2017, a jr. NBA League volta a acontecer no Brasil em 2018 neste final de semana. Evento que conta com jovens de 12 a 14 anos, na edição deste ano deverá ter até 600 participantes e traz novidades: a realização do All-Star Game e a competição feminina. Quem também aparecem por lá são as duas [?]

17:00 | 23/03/2018

Sucesso em 2017, a jr. NBA League volta a acontecer no Brasil em 2018 neste final de semana. Evento que conta com jovens de 12 a 14 anos, na edição deste ano deverá ter até 600 participantes e traz novidades: a realização do All-Star Game e a competição feminina. Quem também aparecem por lá são as duas campeãs mundiais ?Magic? Paula, fundadora do Instituto Passe de Mágica, e Alessandra, madrinha da escola Recanto Verde Sol, atletas que fizeram história com a camisa da Seleção Brasileira, conquistando o Campeonato Mundial em 1994 (Austrália) e o vice-campeonato olímpico (Atlanta-1996), entre muitos outros.

Agora, essas ?lendas? brasileiras ficarão de olho nos pupilos na disputa da jr. nba League 2018, que começa neste sábado, dia 24, a partir das 9h (horário de Brasília), com a realização do Combine, no Colégio Miguel de Cervantes. No Combine, primeiro evento do calendário, os atletas serão avaliados em estações de desempenho e performance, e os resultados servirão de base para o ranking das equipes. Dia 2 de abril, haverá o Draft para definir as franquias que as escolas vão representar no campeonato e, 5 de abril, dá-se início a temporada regular.

?Estamos muito felizes em participar da liga, é uma oportunidade para que essa molecada possa trocar experiências e vivenciar mais o esporte. É o nosso primeiro ano e é muito bom ver que esses meninos e meninas, que começaram brincando, hoje vivem o basquete como paixão. Com certeza, será uma experiência incrível?, afirmou Paula, que defendeu o Brasil por 22 anos, e fundou seu instituto em 2004.

?É uma oportunidade de ouro para esses ?mini atletas?. São jovens que amam o esporte, que sonham com um evento como esse, há uma expectativa enorme, mas o mais importante é que estamos formando cidadãos. A possibilidade com a interação com outras escolas, nesse ambiente mágico que é a quadra, é fantástico. É uma competição, todos querem vencer, mas que todos possam aproveitar e se divertir?, falou Alessandra, que atuou por Indiana Fever, Seattle Storm e Washington Mystics, em cinco temporadas na WNBA.

Na segunda edição da jr. nba League no Brasil, serão 42 escolas (particulares e públicas) e projetos sociais.30 equipes masculinas e 12 femininas e as escolas vão representar franquias da NBA. O campeonato será disputado nos mesmos moldes da liga profissional dos Estados Unidos, com temporada regular, playoffs e finais.

A jr. nba League é uma plataforma de sucesso em mais de 20 países como Espanha, Sérvia, Rússia, Congo, Itália, Quênia, Turquia, Argentina, México e Inglaterra, entre outros.

PROGRAMAÇÃO

24.03 ? Draft Combine ? a partir das 9h

(Colégio Miguel de Cervantes ? endereço: Av. Jorge João Saad, 905 ? Morumbi / São Paulo)

02.04 ? Draft 2018 ? a partir das 19h

(Teatro das Artes / Shopping Eldorado ? endereço: Av. Rebouças, 3.970 ? Pinheiros / São Paulo)

05.04 a 09.05 ? Temporada Regular

12.05 ? All-Star Game

(Colégio Miguel de Cervantes)

18.05 a 20.05 ? Camp jr. nba

(Clube Alto dos Pinheiros ? endereço: rua Guerra Junqueiro, 115 ? Alto de Pinheiros / São Paulo)

26.05 a 02.06 ? Playoffs

09.06 ? Finais

(Colégio Salesiano Sana Teresinha ? endereço: rua Dom Henrique Mourão, 201 ? Santa Teresinha / São Paulo)

Gazeta Esportiva

TAGS