PUBLICIDADE
Esportes

Macaca inicia semana intensa de treinos visando confrontos do Paulista

A Ponte Preta iniciou uma semana intensa de treinos para buscar duas vitórias durante a semana. Na quarta-feira, a Macaca enfrenta o Botafogo, em Ribeirão Preto, e, no domingo, buscará sua primeira vitória em casa ao receber o Palmeiras. Na manhã desta segunda-feira, a Ponte treinou em Campinas e depois se dirigiu para Ribeirão Preto, [?]

13:45 | 12/02/2018

A Ponte Preta iniciou uma semana intensa de treinos para buscar duas vitórias durante a semana. Na quarta-feira, a Macaca enfrenta o Botafogo, em Ribeirão Preto, e, no domingo, buscará sua primeira vitória em casa ao receber o Palmeiras.

Na manhã desta segunda-feira, a Ponte treinou em Campinas e depois se dirigiu para Ribeirão Preto, onde dará sequência às preparações para a partida de quarta-feira. Na quinta, jogo-treino e atividades, repetidas na sexta e no sábado, terminando a preparação para o jogo contra o time da capital.

?O placar de sábado contra o Novorizontino não era o resultado que a gente queria, de forma nenhuma, mas o espírito que a equipe mostrou me agrada muito, uma equipe guerreira que não sofreu em nenhum momento do jogo?, relatou o técnico Eduardo Baptista, fazendo referência ao empate por 1 a 1. ?O Novorizontino não chegou ao nosso gol, tirando o chute de fora da área que, por uma infelicidade, desviou na gente e gerou o empate. Agora vamos buscar pontos no jogo contra o Botafogo e depois contra o Palmeiras, trabalhar pela primeira vitória em casa?.

Neste Paulistão, a Macaca está em segundo lugar do grupo B, onde o São Paulo é o líder, com dez pontos. Os comandados de Baptista possuem duas vitórias, dois empates e duas derrotas e buscam, nos próximos dois jogos, conquistar o maior número de pontos possível para continuar na disputa pela classificação ? e um tropeço do Tricolor culminaria na liderança do grupo.

Segundo o treinador, os atletas são bastante jovens e necessitam de mais tranquilidade dentro de campo para conseguir resultados positivos. ?Temos conscientizado que dentro dos 90 minutos de uma partida você vai fazer gol e vai tomar, mas não se pode desanimar porque você estava jogando melhor e uma bola desviada do adversário faz um gol. Tem que saber que, se tomar gol, pode ir lá e fazer mais um de novo?, disse. ?Estamos melhorando nisso. No sábado não nos desorganizamos nem oferecemos contra-ataque como fizemos com o Santos, quando depois do gol deles nos desesperamos e tomamos o segundo?, finalizou.

 

Gazeta Esportiva

TAGS