PUBLICIDADE
Esportes

Em sua primeira participação, Brasil fica na 27ª posição no bobsled 2-man

A equipe brasileira de bobsled 2-man não conseguiu melhorar o seu resultado conquistado no domingo e encerrou a competição que coloca frente a frente 30 trenós, na 27ª colocação. Apesar do resultado não ser dos melhores, a expectativa da dupla formada pelo piloto Edson Bindilatti e o breakman Edson Martins já era baixa para essa prova. [?]

13:30 | 19/02/2018

A equipe brasileira de bobsled 2-man não conseguiu melhorar o seu resultado conquistado no domingo e encerrou a competição que coloca frente a frente 30 trenós, na 27ª colocação. Apesar do resultado não ser dos melhores, a expectativa da dupla formada pelo piloto Edson Bindilatti e o breakman Edson Martins já era baixa para essa prova.

Após realizar duas descidas no último domingo e encerrar o dia na 27ª posiçãoa dupla precisava subir sete posições para avançar de fase e realizar o trajeto pela quarta vez. No entanto, com o tempo de 50s35, somado aos anteriores, os brasileiros encerraram a sua participação com o tempo final de 2min30s71 e permanecerem com o 27º melhor tempo, longe dos 20 melhores que continuaram na disputa.

Ao final da última descida das 20 duplas com melhores tempos, o Canadá garantiu os dois lugares mais altos do pódio, sendo que o ouro ficou com Christopher Spring e Neville Wright, enquanto a Alemanha fechou o pódio com o bronze.

Edson Bindilatti e Edson Martins focam agora na disputa do 4-men, ao lado de Odirlei Pessoni e Rafael Souza. Nessa categoria, o Brasil já participou de três edições e mira a sua melhor participação em 2018. A disputa do quarteto acontece nos dias 24 e 25 de fevereiro, os dois últimos do evento.

Gazeta Esportiva

TAGS