PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Golden State aproveita ausência de James Harden e bate Houston Rockets

Em um duelo entre os dois líderes da Conferência Oeste e entre os dois times com melhor média de pontos na NBA, o Golden State Warriors, mesmo sem contar com Kevin Durant, que sofre de um problema na perna direita, aproveitou a ausência de James Harden, vetado por um estiramento na coxa, para vencer o [?]

08:30 | 05/01/2018

Em um duelo entre os dois líderes da Conferência Oeste e entre os dois times com melhor média de pontos na NBA, o Golden State Warriors, mesmo sem contar com Kevin Durant, que sofre de um problema na perna direita, aproveitou a ausência de James Harden, vetado por um estiramento na coxa, para vencer o confronto fora de casa diante do Houston Rockets por 124 a 114.

A partida se mostrou equilibrada desde os minutos iniciais. Após várias trocas na liderança, a equipe mandante conseguiu abrir uma ligeira vantagem de sete pontos nos minutos finais do primeiro quarto. No entanto, uma bola de três pontos convertida por Stephen Curry, principal cestinha dos Warriors no jogo com 29 pontos, além de cinco assistências e nove rebotes, deixou a diferença menor no final dos 12 primeiros minutos.

No segundo período, o panorama se mostrou o mesmo. Sem contar com a sua principal estrela e com alguns outros nomes importantes, como Luc Mbah a Moute e o brasileiro Nenê, os Rockets precisaram se desdobrar para encarar os atuais campeões da NBA. E conseguiram ir para o intervalo na frente, com uma vantagem de um ponto no 63 a 62.

Após o intervalo, a partida seguiu com as duas equipes disputando ponto a ponto a dianteira do marcador. Com as ótimas atuações de Eric Gordon e Chris Paul, com 30 e 29 pontos convertidos cada, os Rockets conseguiam fazer com que as atuações consistentes das estrelas do adversário não abrissem uma diferença maior.

Porém, nos 12 minuto finais, o fôlego da dupla parece ter diminuído, assim como o seu ritmo. Com isso, os States seguiram fatais ofensivamente, e muito eficientes na defesa, principalmente com Draymond Green, responsável por um triplo duplo na partida com 17 pontos, 14 rebotes e 10 assistências. A vantagem que era miníma até então se transformou numa de dois dígitos e foi facilmente administrada pelos visitantes até o final do confronto, quando o placar mostrava 124 a 114.

Gazeta Esportiva

TAGS