PUBLICIDADE
Esportes

Chape perde Canteros por pelo menos quatro semanas

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos. Apesar de não [?]

15:30 | 18/01/2018

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos.

Apesar de não especular data de retorno do atleta, a Chapecoense quer tê-lo na estreia da Libertadores, dia 31 de janeiro. O técnico Gilson Kleina, antes mesmo de saber a gravidade do problema, já estava preocupado por ser um jogador fundamental para seu esquema, além de mostrar inconformismo com o estado do gramado.

?Ele é super importante, dentro da estrutura tática do time. Vamos ver o diagnóstico da lesão. Nós perdemos um dos melhores jogadores, se constatarem lesão, por gramado alto, duro. O Concórdia pode ter perdido outros dois. Tem que padronizar, tem que se preocupar com isso. Futebol não se faz só com jogadores e comissão técnica, é com toda infraestrutura.?, disse o comandante.

A Chape agora tem o desafio de repor a posição do argentino, além de ter um calendário apertado e ainda se preocupar com a fase inicial da Libertadores, no final do mês. O próximo compromisso, domingo, é contra o Inter de Lages, em casa, pela segunda rodada do Catarinense.

Gazeta Esportiva

TAGS
Chape perde Canteros por pelo menos quatro semanasMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Chape perde Canteros por pelo menos quatro semanas

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos. Apesar de não [?]

15:30 | 18/01/2018

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos.

Apesar de não especular data de retorno do atleta, a Chapecoense quer tê-lo na estreia da Libertadores, dia 31 de janeiro. O técnico Gilson Kleina, antes mesmo de saber a gravidade do problema, já estava preocupado por ser um jogador fundamental para seu esquema, além de mostrar inconformismo com o estado do gramado.

?Ele é super importante, dentro da estrutura tática do time. Vamos ver o diagnóstico da lesão. Nós perdemos um dos melhores jogadores, se constatarem lesão, por gramado alto, duro. O Concórdia pode ter perdido outros dois. Tem que padronizar, tem que se preocupar com isso. Futebol não se faz só com jogadores e comissão técnica, é com toda infraestrutura.?, disse o comandante.

A Chape agora tem o desafio de repor a posição do argentino, além de ter um calendário apertado e ainda se preocupar com a fase inicial da Libertadores, no final do mês. O próximo compromisso, domingo, é contra o Inter de Lages, em casa, pela segunda rodada do Catarinense.

Gazeta Esportiva

TAGS
Chape perde Canteros por pelo menos quatro semanasMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Chape perde Canteros por pelo menos quatro semanas

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos. Apesar de não [?]

15:30 | 18/01/2018

Na vitória da Chapecoense contra o Concórdia, fora de casa, Canteros se lesionou sozinho e deve ficar pelo menos um mês fora. Foi confirmada a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito ? a mesma que sofreu Gabriel Jesus, e que pode deixar o atleta até seis semanas longe nos campos.

Apesar de não especular data de retorno do atleta, a Chapecoense quer tê-lo na estreia da Libertadores, dia 31 de janeiro. O técnico Gilson Kleina, antes mesmo de saber a gravidade do problema, já estava preocupado por ser um jogador fundamental para seu esquema, além de mostrar inconformismo com o estado do gramado.

?Ele é super importante, dentro da estrutura tática do time. Vamos ver o diagnóstico da lesão. Nós perdemos um dos melhores jogadores, se constatarem lesão, por gramado alto, duro. O Concórdia pode ter perdido outros dois. Tem que padronizar, tem que se preocupar com isso. Futebol não se faz só com jogadores e comissão técnica, é com toda infraestrutura.?, disse o comandante.

A Chape agora tem o desafio de repor a posição do argentino, além de ter um calendário apertado e ainda se preocupar com a fase inicial da Libertadores, no final do mês. O próximo compromisso, domingo, é contra o Inter de Lages, em casa, pela segunda rodada do Catarinense.

Gazeta Esportiva

TAGS