PUBLICIDADE
Esportes

Polícia prende ex-mulher de jogador da NBA assassinado em 2010

A polícia norte-americana prendeu neste final de semana Sherra Wright, que era esposa de Lorenzen Wright, jogador norte-amerciano de basquete falecido em 2010. A mulher é acusada de assassinato em primeiro grau do atleta. A informação da foi divulgada pelo diretor da polícia de Memphis, Michael Rallings. O caso chocou os EUA em julho de 2010, quando o corpo [?]

11:45 | 17/12/2017

A polícia norte-americana prendeu neste final de semana Sherra Wright, que era esposa de Lorenzen Wright, jogador norte-amerciano de basquete falecido em 2010. A mulher é acusada de assassinato em primeiro grau do atleta. A informação da foi divulgada pelo diretor da polícia de Memphis, Michael Rallings.

O caso chocou os EUA em julho de 2010, quando o corpo do atleta foi encontrado em uma área afastada de Memphis, cidade do estado do Tennessee. Na época, Lorenzen Wright estava desaparecido havia dez dias. A última vez que o jogador havia sido visto com vida foi saindo da casa de Sherra Wright.

A investigação do caso ocorrido há oito anos estava dificultada pela falta de provas. Porém, a polícia norte-americana encontrou a arma utilizada no crime e voltou as suas atenções para a investigação. No começo deste mês, os oficiais prenderam Billy Turner e o acusou de assassinato em primeiro grau. Segundo jornais americanos, Turner e Sherra frequentavam a mesma igreja, apesar de não relatarem a relação de ambos no caso.

Lorezen Wright teve um carreira considerável na NBA, onde atuou por 13 temporadas e teve passagens por grande equipes como Los Angeles Clippers, Atlanta Hawks, Memphis Grizzlies, Sacramento Kings e Cleveland Cavaliers. A primeira audiência da acusada acontece já nesta segunda-feira, em um tribunal da Califórnia.

Gazeta Esportiva

TAGS