PUBLICIDADE
Esportes

Cruzeiro vence Belchatow e fica com o terceiro lugar no Mundial

Três vezes campeão do Mundial de Clubes de vôlei, o Sada Cruzeiro terminou a edição 2017 da competição com o terceiro lugar. Neste domingo, os mineiros enfrentaram o Belchatow, da Polônia, em duelo realizado na arena Tauron, em Cracóvia, e venceram por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/18 e 25/13. ?Estou muito [?]

18:30 | 17/12/2017

Três vezes campeão do Mundial de Clubes de vôlei, o Sada Cruzeiro terminou a edição 2017 da competição com o terceiro lugar. Neste domingo, os mineiros enfrentaram o Belchatow, da Polônia, em duelo realizado na arena Tauron, em Cracóvia, e venceram por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/18 e 25/13.

?Estou muito feliz com a partida de hoje. Acredito que jogamos muito bem. Também estou feliz por termos jogado com tantos grandes clubes e em um país que realmente ama o voleibol?, afirmou Marcelo Mendez, técnico do Cruzeiro.

Os brasileiros não chegaram a ter dificuldades para confirmar o favoritismo e vencer os poloneses, que jogavam em casa. Apesar do apoio da torcida, o Belchatow não realizou um bom jogo, e pouco conseguiu produzir contra o Cruzeiro, que mostrou entrosamento entre o ataque e a defesa e venceu com tranquilidade.

A edição 2017 do Mundial marcou a sétima participação do Cruzeiro. Campeão em 2013, 2015 e 2016, os mineiros não chegaram na final da competição apenas em 2014, quando ficou com o quarto lugar. Já em 2012, ficou com a medalha de prata.

?Para nós foi um prazer jogar um torneio tão maravilhoso. O terceiro lugar é muito importante, porque foi muito difícil defender o título, então, estamos felizes?, comemorou o capitão Felipe Ferraz.

Zenit Kazan fica com o título

O título do Mundial de Clubes ficou com o Zenit Kazan, clube da Rússia. Neste domingo, os russos enfrentaram os italianos do Lube Civitanova, clube que bateu o Cruzeiro na fase de grupos, e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 27/25, 25/22 e 25/22.

Campeão da Liga dos Campeões da Europa 2016/17, o Zenit Kazan enfrentou um adversário duro, que conquistou a Liga Italiana, considerada um dos campeonatos mais difíceis do vôlei mundial. Após um primeiro set muito complicado, os russos conseguiram melhor aproveitamento nos lances de ataque e nos saques, e caminharam para a vitória nos sets seguintes.

Gazeta Esportiva

TAGS