PUBLICIDADE
Esportes

Mogi leva susto no fim, mas dá troco em Vitória e segue 100% no NBB

A única partida deste sábado no Novo Basquete Brasil tinha cheiro de revanche. Jogando em casa, no Ginásio Professor Hugo Ramos, o Mogi recebeu o Vitória na reedição das quartas de final do último NBB. Na ocasião, as equipes protagonizaram uma série incrível e disputada que terminou com vitória do rubro-negro baiano no jogo cinco, fora [?]

15:45 | 11/11/2017

A única partida deste sábado no Novo Basquete Brasil tinha cheiro de revanche. Jogando em casa, no Ginásio Professor Hugo Ramos, o Mogi recebeu o Vitória na reedição das quartas de final do último NBB. Na ocasião, as equipes protagonizaram uma série incrível e disputada que terminou com vitória do rubro-negro baiano no jogo cinco, fora de casa. Desta vez, a equipe da casa dominou praticamente toda a partida, e apesar de quase sofrer a virada no último quarto, conseguiu o triunfo por um placar de 80 a 75.

Com o resultado, o Mogi chega à sua segunda vitória, após superar o Solar Cearense na estreia, e segue 100% na competição. O Vitória, por sua vez, conheceu sua segunda derrota consecutiva no torneio. O time da casa volta às quadras no próximo sábado, às 14h, para enfrentar o Vasco da Gama, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. O Leão só volta a jogar no dia 29 ao receber Botafogo, em Salvador.

O triunfo do Mogi foi construído de maneira sólida e convincente. A equipe ditou o ritmo da partida desde o início, com destaque para a boa atuação do ala Jimmy, com oito pontos em quatro minutos. Conseguiu abrir pequena vantagem, mas rubro-negro se mantinha próximo no placar. No desenrolar do primeiro quarto, o aproveitamento do Mogi nos arremessos de três foi decisivo para fechar o período em 24 a 15.

O Vitória voltou melhor no segundo quarto e conseguiu encostar no marcador. Porém o Mogi logo reagiu e voltou a abrir vantagem. A partir daí, retomou a confiança e, controlando a partida, foi para o intervalo com 50 a 38. Mesmo com a grande diferença no marcador, o time de Guerrinha não se deu por satisfeito e manteve a alta intensidade no terceiro quarto. Fez 11 a 2 em quatro minutos e abriu 21 pontos.

O Vitória, no entanto, não reagiu e equilibrou a partida, à medida em que o Mogi também diminuiu um pouco o ritmo. Apesar disso, a vitória parecia encaminhada, com o penúltimo quarto terminando em 68 a 54. No último período, a equipe da casa levou um susto. O Leão subiu de produção e foi muito superior, conseguindo diminuir a diferença para três pontos, a três minutos do fim.

Contudo, restando apenas 32 segundos, Shamell converteu seu ataque, dando um respiro para o Mogi, que abriu cinco pontos de vantagens. O rubro-negro baiano ainda teve a chance de encostar, mas desperdiçou a bola, decretando a vitória do Mogi por 80 75.

Gazeta Esportiva

TAGS