PUBLICIDADE
Esportes

Valentino Rossi enaltece agressividade após ótimo resultado na Austrália

Apesar de não ter vencido o GP da Austrália, realizado neste fim de semana, o piloto Valentino Rossi tem muita coisa para comemorar. Depois de de quebrar a perna antes do GP de Misano, o italiano conseguiu fazer sua primeira pole após a lesão e terminou a prova de Phillip Island em segundo lugar, atrás apenas [?]

10:15 | 22/10/2017

Apesar de não ter vencido o GP da Austrália, realizado neste fim de semana, o piloto Valentino Rossi tem muita coisa para comemorar. Depois de de quebrar a perna antes do GP de Misano, o italiano conseguiu fazer sua primeira pole após a lesão e terminou a prova de Phillip Island em segundo lugar, atrás apenas do líder da competição, o espanhol Marc Márquez.

?Nos últimos tempos, muitos pilotos elevaram o nível de agressividade. E, se este é o jogo, vamos jogar. É assim. Foi bonito, certamente muito perigoso para todos, mas ninguém tem medo de ir contra o outro. Se for esse o caminho para competir, terei que fazer isso?, afirmou Valentino logo após o ótimo resultado.

?Nós lutaremos com Márquez, com Iannone e com Zarco. Não vou dizer se alguém é mais agressivo do que o outro. É assim, os pilotos que vêm da Moto2 são muito agressivos. Iannone, Márquez e Zarco ? que chegou este ano ? sempre são muito agressivos?, afirmou o piloto italiano, que desde sua estreia na Moto GP, conquistou seis vezes o título da temporada.

?É muito importante para mim (o pódio), porque venho de um período muito difícil. Quebrei minha perna, e no Japão tivemos um fim de semana de merda, porque machuquei meu ombro. É preciso muita vontade, e estou feliz tanto por mim como pela Yamaha. Nós viemos de um fim de semana desastroso, e agora colocamos as duas motos no pódio. Isso é importante?, ressaltou Rossi.

O piloto finalizou a entrevista destacou que mesmo fazendo uma ótima prova, as chances de vencer o líder do ranking era extremamente improvável.?Quando eu estava na posição perfeita para atacar, Iannone apareceu como um louco me passou e Márquez conseguiu abrir. Se não fosse por isso, conseguiria ficar com Marc, mas, honestamente, não acho que poderia vencê-lo?.

 

Gazeta Esportiva

TAGS