PUBLICIDADE
Esportes

Tite foca no posicionamento da equipe antes de viagem para a Bolívia

O técnico Tite comandou na manhã desta quarta-feira o último treino da Seleção Brasileira antes de enfrentar a Bolívia, nesta quinta, na altitude de La Paz. Permitindo a imprensa a acompanhar apenas 15 minutos da atividade, o treinador da equipe canarinho priorizou atividades relacionadas ao posicionamento do time dentro de campo em diversas situações de [?]

11:15 | 04/10/2017

O técnico Tite comandou na manhã desta quarta-feira o último treino da Seleção Brasileira antes de enfrentar a Bolívia, nesta quinta, na altitude de La Paz. Permitindo a imprensa a acompanhar apenas 15 minutos da atividade, o treinador da equipe canarinho priorizou atividades relacionadas ao posicionamento do time dentro de campo em diversas situações de jogo.

Embora o time que irá a campo contra os bolivianos já tenha sido confirmado pelo próprio Tite na coletiva de imprensa desta terça-feira, o treinador optou por mais privacidade no último trabalho com seus jogadores na Granja Comary. Depois de uma rápida conversa com os 11 titulares, o técnico se mostrou bastante enérgico durante a atividade, orientando os atletas a todo o momento.

Sem contar com um time adversário em campo, os jogadores trabalharam o posicionamento da equipe em algumas situações, como transição defensiva e bolas aéreas. A própria comissão técnica fazia o papel dos rivais, tocando a bola de um lado para o outro e exigindo compactação. A formação titular novamente foi composta por Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Alex Sandro; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Ainda nesta quarta-feira a Seleção Brasileira viaja rumo a Santa Cruz de La Sierra, com horário de chegada previsto para às 20h40 (de Brasília). Apenas horas antes do confronto a delegação verde e amarela irá para La Paz, local da partida, a 3600m de altitude.

Contra os bolivianos a tendência é que Tite não ouse demais devido às dificuldades de jogar muito acima do nível do mar. Nomes como Arthur e Jorge, que foram convocados pela primeira vez para um jogo oficial com a Seleção, só deverão receber uma oportunidade na última rodada, contra o Chile, na próxima terça-feira, em São Paulo, seguindo o exemplo do goleiro Ederson, já confirmado como titular para a partida no Palestra Itália.

Gazeta Esportiva

TAGS