PUBLICIDADE
Esportes

Richarlison se livra de punição por suposto pênalti cavado

Richarlison se livrou nesta segunda-feira de uma punição por ter cavado um pênalti na vitória do Watford sobre o Arsenal, no último sábado. Segundo veículos locais, a Federação Inglesa de Futebol (FA), após analisar o lance, optou por não suspender o atacante brasileiro, peça-chave no triunfo da sua equipe por 2 a 1. Depois de [?]

11:30 | 16/10/2017

Richarlison se livrou nesta segunda-feira de uma punição por ter cavado um pênalti na vitória do Watford sobre o Arsenal, no último sábado. Segundo veículos locais, a Federação Inglesa de Futebol (FA), após analisar o lance, optou por não suspender o atacante brasileiro, peça-chave no triunfo da sua equipe por 2 a 1.

Depois de o Arsenal abrir o placar, o Watford reagiu no segundo tempo. Aos 25 minutos da etapa complementar Richarlison disputou a bola com Hector Bellerin dentro da área e acabou indo ao chão. O árbitro da partida prontamente marcou o pênalti, que resultou no empate dos donos da casa, e o técnico do Arsenal, Arsene Wenger, não escondeu sua insatisfação com a decisão do juiz.

?Nós tivemos azar. O pênalti foi ridículo. Acho que é uma decisão escandalosa. Nós criamos várias situações em que poderíamos ter marcado um gol, mas não aproveitamos?, disse Arsene Wenger.

A nova comissão da Federação Inglesa de Futebol para analisar lances duvidosos ainda não puniu qualquer jogador desde que foi criada. Richarlison poderia ser o primeiro atleta a sofrer uma suspensão de dois jogos caso o grupo composto por um ex-juiz, um ex-técnico e um ex-jogador julgassem o atacante brasileiro culpado de maneira unânime.

Se Arsene Wenger não se conformou muito com o pênalti dado ao Watford, Marcos Silva, treinador de Richarlison, foi totalmente contrário à opinião do técnico do Arsenal e considerou o lance totalmente normal.

?Se você assistir novamente todos os jogos do Campeonato Inglês desta temporada, talvez você irá achar dez ou 20 lances como esse?, afirmou.

Aos 20 anos, Richarlison se transferiu para o futebol inglês e não precisou de muito tempo para se adaptar. Depois de se destacar com a camisa do Fluminense, o atacante chegou ao Watford e em nove partidas já balançou as redes três vezes.

Gazeta Esportiva

TAGS