PUBLICIDADE
Esportes

Ricciardo comenta desempenho da Red Bull e dilema da aerodinâmica

Daniel Ricciardo terminou em terceiro no primeiro treino livre para o GP do Japão, entretanto, embora esteja satisfeito com o desempenho recente da Red Bull, reconheceu que sua equipe precisará ajustar alguns detalhes para disputar de igual para igual as primeiras posições do grid com a Ferrari e Mercedes, que polarizam a briga pelo título [?]

05:30 | 06/10/2017

Daniel Ricciardo terminou em terceiro no primeiro treino livre para o GP do Japão, entretanto, embora esteja satisfeito com o desempenho recente da Red Bull, reconheceu que sua equipe precisará ajustar alguns detalhes para disputar de igual para igual as primeiras posições do grid com a Ferrari e Mercedes, que polarizam a briga pelo título mundial da Fórmula 1 na atual temporada. Para ele, é preciso encontrar uma maneira de explorar melhor a aerodinâmica do carro, uma vez que não possui a mesma força de motor dos concorrentes.

?Nosso ritmo foi muito bom hoje, mas precisamos encontrar uma maneira de explorar melhor a aerodinâmica correndo aqui. Nós estivemos relativamente perto da Mercedes e da Ferrari, então não foi um mau dia. Sabemos que eles sempre acabam sendo um pouco mais rápidos, então temos que reduzir alguns décimos se quisermos lutar contra eles na pista molhada no domingo?, afirmou Ricciardo, já projetando as condições climáticas do GP do Japão.

A ideia de testar o carro no traçado de Suzuka nos dois treinos livres desta sexta-feira acabou afetada por conta da forte chuva que caiu na segunda sessão, em que apenas cinco pilotos completaram voltas suficientes para que algum tempo fosse registrado ao cruzarem a linha de chegada. Justamente por isso Daniel Ricciardo ainda segue em dúvida sobre qual caminho seguir na busca de igualar as escuderias rivais.

?Acho que estamos perdendo um pouco de desempenho na reta, não creio que tenha sido por causa do motor. Parecia que tínhamos mais aerodinâmica, então não sei se é esse o caminho que temos que seguir ou se temos que priorizar as curvas e depois as retas. No domingo vamos fazer o que pudermos, mas creio que estamos em uma posição para brigar, ao menos, por um pódio?, completou o australiano.

 

Gazeta Esportiva

TAGS