PUBLICIDADE
Esportes

Carille testa equipe com Marquinhos Gabriel na vaga de Romero

O Corinthians voltou aos treinos nesta quinta-feira no CT Joaquim Grava e, desta vez, o técnico Fábio Carille já trabalhou possibilidades de time titular para a partida contra o Coritiba, na próxima quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), em Itaquera. Com desfalques certos, como Fagner, Gabriel e Romero, além da dúvida na possibilidade de utilização [?]

18:15 | 05/10/2017

O Corinthians voltou aos treinos nesta quinta-feira no CT Joaquim Grava e, desta vez, o técnico Fábio Carille já trabalhou possibilidades de time titular para a partida contra o Coritiba, na próxima quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), em Itaquera.

Com desfalques certos, como Fagner, Gabriel e Romero, além da dúvida na possibilidade de utilização de Jô e Balbuena, o comandante corintiano testou a equipe com modificações necessárias.

Assim, no coletivo desta quinta, a formação de linha do Alvinegro teve Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Camacho e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Kazim. A principal novidade foi a entrada do camisa 31 na vaga de Romero. A expectativa era de que Clayson, autor de gols nos últimos dois jogos, fosse testado inicialmente.

O ex-atleta da Ponte Preta, contudo, iniciou o treino no time reserva, de colete. Fagner e Gabriel, que não jogarão, reforçaram esta equipe, que teve: Fagner, Warian, Moisés e Marciel; Gabriel e Fellipe Bastos; Giovanni Augusto, Pedrinho e Clayson; Danilo.

Posteriormente, o camisa 25 entrou no time, na vaga de Maycon. Assim, Carille deixou o esquema mais ofensivo, com Rodriguinho recuando para fazer o papel de segundo volante, e Jadson atuando centralizado, com a velocidade de Clayson e Marquinhos Gabriel.

O atacante Jô, que vem se recuperando de lesão, não apareceu no campo, e a comissão técnica corintiana ainda não sabe se poderá contar com ele contra o Coxa. No treino desta quinta, Kazim até deixou sua marca, após receber cruzamento da esquerda.

Na defesa, o paraguaio Balbuena também não está descartado. Ele estará com sua seleção até terça-feira. Se não entrar em campo contra a Venezuela, existe a possibilidade de ele atuar ao lado de Pablo. Se não entrar, Pedro Henrique fica com o lugar.

Além do coletivo, Carille trabalhou também as bolas aéreas. Em vários momentos, o treinador parou a atividade para orientar as jogadas deste tipo, principalmente nos lances ofensivos. De forma geral, a defesa levou a melhor, mas Pedro Henrique chegou a balançar as redes.

Com 55 pontos, o Corinthians lidera o Campeonato Brasileiro de forma isolada, mas não vem repetindo as boas atuações no segundo turno. A expectativa é de que, com tempo para trabalhar por conta da data Fifa, o desempenho melhore diante dos paranaenses.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS