PUBLICIDADE
Esportes

Temeroso por reunião, Dorival Jr aprova comportamento da torcida

O silêncio no São Paulo deu uma trégua nesta sexta-feira, dia em que o técnico Dorival Jr concedeu entrevista coletiva no CCT da Barra Funda. Antes de comandar um treino fechado à imprensa, no qual fará os últimos ajustes antes de o grupo viajar a Salvador para o confronto direto contra o Vitória, o comandante [?]

16:45 | 15/09/2017

O silêncio no São Paulo deu uma trégua nesta sexta-feira, dia em que o técnico Dorival Jr concedeu entrevista coletiva no CCT da Barra Funda. Antes de comandar um treino fechado à imprensa, no qual fará os últimos ajustes antes de o grupo viajar a Salvador para o confronto direto contra o Vitória, o comandante tricolor comentou sobre a polêmica reunião entre torcedores, jogadores, comissão técnica e diretoria que aconteceu nesta semana.

Embora o duelo ante o Rubro-Negro baiano seja de grande importância, inevitavelmente o tenso encontro que aconteceu no centro de treinamento do clube gerou questionamentos por parte da imprensa. Dorival Jr, por sua vez, foi bastante sincero em relação ao episódio.

?Antes da reunião eu tinha preocupações. Foi uma situação definida pelo presidente. Tinha minhas preocupações, porque todo o trabalho que está sendo feito, da busca de um caminho, ali poderia tomar outro contorno. Mas não foi isso o que aconteceu. A torcida do São Paulo vem sendo exemplar em todo o país, ao contrário de muitas que eu vi ao longo da minha carreira. A torcida do São Paulo vem atuando junto com a equipe, incentivando até o último momento, buscando deixar os jogadores em uma ótima condição e não foi diferente na reunião. Foi uma reunião de nível, sem que houvesse agressões. Natural que os assuntos vão ficar aqui dentro, mas vi mais coisas positiva do que negativas?, afirmou Dorival Jr.

Evidentemente que,em uma situação delicada como a do São Paulo no Campeonato Brasileiro, a torcida comece a apontar os responsáveis pelo risco de rebaixamento que o clube tem de lidar nesta temporada. No entanto, o técnico tricolor garantiu que o posicionamento dos torcedores no encontro desta semana foi na contramão de tudo isso.

?[A reunião] foi um pedido das torcidas e um pedido feito com educação, com respeito. Acho que esse é um ponto. Muito mais que o sentido de cobrança, foi um reconhecimento da luta, da entrega dos jogadores, do comprometimento com a camisa e com a causa. Os torcedores reconheceram o esforço que os atletas estão fazendo para que a gente possa sair da situação em que nos encontramos. Não é fácil, é muito complicado?, prosseguiu.

Já sobre os treinamentos desta semana sem entrevistas coletivas, Dorival Jr ressaltou a importância de o elenco se isolar de influências externas, como o que é veiculado na imprensa. Segundo ele, quanto menor for a exposição de seus atletas, melhor.

?É fundamental para a nossa sequência, para o nosso momento. Acho que e um instante como esse, e não foi nada programado, nós temos que falar o mínimo possível e trabalhar o máximo que pudermos. Essa frase representa bem o momento que estamos passando. Lógico que respeitamos a necessidade que você [jornalistas] têm de buscar notícias, informações, passar coisas positivas para o nosso torcedor, mas no momento temos que focar no nosso trabalho. Só assim poderemos sair dessa situação?, concluiu.

Vice-lanterna do Campeonato Brasileiro com 24 pontos, atrás apenas do Atlético-GO, o Tricolor encara o Vitória, neste domingo, no Barradão, em Salvador, em confronto direto contra a zona de rebaixamento, já que o Rubro-Negro baiano figura na 17ª colocação, com 26 pontos. Para sair do Z4, a equipe do técnico Dorival Jr precisa de uma vitória fora de casa e ainda torcer por uma combinação de resultados.

Gazeta Esportiva

TAGS