PUBLICIDADE
Esportes

Sharapova rebate críticas sobre doping: ?Não são baseadas em fatos?

Depois de ficar 15 meses afastada do tênis por causa de um caso de doping, Maria Sharapova voltou às quadras recentemente e comentou sobre o ocorrido, rebatendo críticas e explicando como tudo aconteceu, em entrevista à rede britânica BBC. A ex-número um do mundo foi suspensa após admitir ter usado uma substância proibida chamada meldonium. Sobre as [?]

16:45 | 14/09/2017

Depois de ficar 15 meses afastada do tênis por causa de um caso de doping, Maria Sharapova voltou às quadras recentemente e comentou sobre o ocorrido, rebatendo críticas e explicando como tudo aconteceu, em entrevista à rede britânica BBC. A ex-número um do mundo foi suspensa após admitir ter usado uma substância proibida chamada meldonium.

Sobre as críticas recebidas por parte de outros tenistas, como a canadense Eugenie Bouchard e Andy Murray, a russa disse que quem a criticava não sabia da verdade: ?Eu acho que os comentários não são baseados em fatos, então eu não levo em consideração. Eu não acho que isso é algo para eles terem uma opinião, porque eles não sabem dos fatos. Então, eu acho que esse tipo de coisa só é dita para gerar manchetes e eles usaram isso nas manchetes. Mas é a minha carreira e eu encaro isso de cabeça erguida, admito meu erro e eu cumpri minha suspensão?.

Sharapova também explicou como começou a fazer uso da substância: ?Depois do meu primeiro Grand Slam em Wimbledon, eu não estava muito saudável por um longo período. Consultei um pediatra, eu ainda era uma adolescente. Ele fez alguns exames e disse que eu tinha uma anormalidade no coração e esse (meldonium) foi um dos remédios que ele receitou. Era muito comum na Rússia, existiam certificados que asseguravam sua legalidade por muitos anos, até que foi proibido nas primeiras semanas do ano passado?.

A russa ainda comentou uma passagem de seu recém lançado livro na qual conta que a Federação Internacional de Tênis mandou emails para ela avisando sobre a proibição da substância, porém ela não teria aberto todos os anexos. Perguntada sobre o caso, Sharapova disse que essas informações estavam escondidas e que ?são o tipo de anexo que nenhum jogador realmente abre?. Afirmou que não estavam fáceis de ser notadas, mas que ninguém fez muito esforço para alertá-la.

Por fim, Sharapova questionou se a substância realmente deveria ser banida: ?O problema é que não existem provas dos efeitos dele (meldonium). Então, a proibição é baseada em que??

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS