PUBLICIDADE
Esportes

Robinho troca a chuteira e não pensa em renovação com o Galo

O momento não é bom: Robinho não marca um tento desde maio e vive seu maior jejum de gols no Atlético-MG. Após um ano de artilharia, ele amarga a reserva no clube mineiro e não pensa em permanecer em Belo Horizonte. A preocupação principal do atleta é voltar a titularidade, jogando em alto nível. Robinho [?]

15:30 | 14/09/2017

O momento não é bom: Robinho não marca um tento desde maio e vive seu maior jejum de gols no Atlético-MG. Após um ano de artilharia, ele amarga a reserva no clube mineiro e não pensa em permanecer em Belo Horizonte.

A preocupação principal do atleta é voltar a titularidade, jogando em alto nível. Robinho vem em queda na temporada, rendimento que lhe garantiu a vaga entre os reservas. Com contrato até dezembro de 2017, o atleta pensa em primeiro se recuperar dentro do Galo.

?Espero fazer o meu melhor, porque o Atlético é um grande grande, e a torcida cobra. Não fico muito preocupado com o que vai acontecer na frente. Vivo um dia após o outro. Estou feliz por estar jogando em um grande clube. Espero permanecer aqui, pelo carinho que a torcida tem comigo, por ser um clube grande, que briga por títulos e tem uma estrutura maravilhosa. Sei que tenho que trabalhar tranquilo, sabendo que tenho que melhorar, sem pensar lá na frente. Tem que pensar no presente?, destacou.

Robinho revela ainda o incômodo de ser reserva hoje no Atlético. O jogador quer voltar a jogar em alto nível e cumprir seu contrato atéo fim.

?Minha obrigação e objetivo é fazer o melhor sempre. Todo jogador gosta de jogar, e eu não sou diferente. Minha obrigação é honrar a camisa até o fim do campeonato. Os minutos que o professor Micale me der para jogar, vou fazer o meu melhor?, completou.

Além de tudo isso, Robinho ainda teve uma leve indisposição com os torcedores atleticanos. Tudo isso por causa da cor da chuteira e, por isso, o atleta agora trocou o calçado azul por outra.

Gazeta Esportiva

TAGS