PUBLICIDADE
Esportes

Dias após quebrar perna, Rossi anuncia que tentará correr em Aragón

O heptacampeão do MotoGP Valentino Rossi protagonizou uma notícia surpreendente nesta quarta-feira. Após cair da moto e quebrar a tíbia e a fíbula da perna direita no último dia 31 de agosto, o piloto italiano anunciou que tentará retornar às pistas já no próximo final de semana, no GP de Aragón. O anúncio foi feito [?]

15:45 | 20/09/2017

O heptacampeão do MotoGP Valentino Rossi protagonizou uma notícia surpreendente nesta quarta-feira. Após cair da moto e quebrar a tíbia e a fíbula da perna direita no último dia 31 de agosto, o piloto italiano anunciou que tentará retornar às pistas já no próximo final de semana, no GP de Aragón. O anúncio foi feito em comunicado de sua equipe, a Yamaha.

Valentino Rossi tinha como previsão ficar fora de ação por cerca de um mês. O italiano de 38 anos, porém, já realizou testes com uma moto R1 no começo desta semana em Misano, na Itália. Com a observação de resultados positivos, ele anunciou que tentará correr na próxima etapa do MotoGP, na Espanha. Para isso, o piloto terá apenas que passar nos testes físicos previstos no MotorLand Aragón e ser aprovado para a corrida.

?Felizmente, ontem eu tive um bom teste com a minha YZF-R1M em Misano. Eu também havia tentado no dia anterior, mas a chuva me fez parar algumas voltas antes. Ontem eu consegui completar 20 voltas e encontrei a resposta que procurava. O teste foi positivo, tenho somente a agradecer ao Dr. Lucidi e sua equipe, que me ajudaram a encontrar maneiras para sentir o mínimo de dor possível na minha perna enquanto piloto?, declarou Valentino Rossi.

Com o cenário positivo para voltar a competir, o italiano espera apenas se sentir bem em cima de sua moto. Para Valentino, se ele conseguir se sentir bem em seu modelo YZR-M1, ele estará apto para a disputa no circuito espanhol no próximo final de semana.

?Obviamente, ao final dos testes desta semana, eu estava sentindo um pouco de dor, mas nesta manhã eu fui ao Dr. Pascarella para fazer testes médicos e voltei com resultados positivos. Por fim, decidi que irei para Aragón e tentarei pilotar minha M1 neste final de semana. Se eu for declarado apto, eu terei a resposta após o primeiro treino livre, porque pilotar a M1 será um desafio muito maior. Nos vemos em Aragón?, completou o piloto.

Massimo Meregalli, diretor da equipe Yamaha, também comentou sobre as expectativas de retorno de Valentino Rossi. Ele demonstrou felicidade pela volta do italiano, mas deixou claro que o plano B, que é a entrada do piloto da Superbike Michael van der Mark em seu lugar, segue valendo caso haja algum imprevisto.

?Primeiramente, a equipe quer dar boas vindas à Valentino e seu time neste retorno. O GP de Aragón é muito especial e nós estamos muito felizes por ter o time de pilotos completo. Ainda falta saber se ele conseguirá completar toda a corrida, pois exigirá muito dele. Se Valentino sentir que a lesão está causando muito desconforto, então Michael van der Mark irá substituí-lo. Se este for o caso, o time fará o máximo esforço para adaptá-lo à YZR-M1 o mais rápido possível?, afirmou o diretor da equipe.

O GP de Aragón, na Espanha, será a 14ª etapa do calendário de 2017 do MotoGP. Buscando seu oitavo título na categoria, Valentino Rossi está 42 pontos atrás dos líderes Marc Márquez e Andrea Dovizioso, restando 125 em disputa. Após a prova deste final de semana, restarão quatro corridas para o término da temporada.

Gazeta Esportiva

TAGS