PUBLICIDADE
Esportes

Chefe da Mercedes evita colocar Hamilton como piloto número um da equipe

Com a vitória de Lewis Hamilton, neste fim de semana, no Grande Prêmio de Cingapura, o britânico abriu grande vantagem na luta pelo título do Mundial de Fórmula 1. Apesar disso, a Mercedes disse que não irá colocá-lo como primeiro piloto da equipe. Para Toto Wolff, chefe da escuderia, todo cuidado é pouco na administração de [?]

15:45 | 19/09/2017

Com a vitória de Lewis Hamilton, neste fim de semana, no Grande Prêmio de Cingapura, o britânico abriu grande vantagem na luta pelo título do Mundial de Fórmula 1. Apesar disso, a Mercedes disse que não irá colocá-lo como primeiro piloto da equipe. Para Toto Wolff, chefe da escuderia, todo cuidado é pouco na administração de seus pilotos.

?Eu não gostaria de fazer um compromisso direto e dizer que ele é nosso número um, porque eu não quero mexer com a mente do nosso segundo piloto. Porque se ele estiver na frente, estará liderando a corrida. É por isso que eu não quero fazer isso?, explicou.

Sobre a diferença de 51 pontos entre Hamilton e Bottas e como isso afetaria a decisão de escolha do número um, Wolff afirmou que a Mercedes avaliará as futuras situações: ?Eu acho que é bem óbvio que sua chance de ganhar o campeonato de pilotos é maior que a de Valtteri. Então, como fizemos no passado, observaremos a corrida anterior e vamos avaliar?.

O próximo GP acontece na Malásia entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. Hamilton lidera o campeonato com 28 pontos de vantagem para o vice-líder Sebastian Vettel.

 

Gazeta Esportiva

TAGS