PUBLICIDADE
Mais Esportes

Bottas continua na Mercedes e ressalta pontos a evoluir

  A Mercedes anunciou, nesta quarta-feira, a permanência de Valtteri Bottas na escuderia para a temporada 2018, da Fórmula 1. O finlandês, que faz parte da equipe desde o início de 2017, correrá ao lado do britânico Lewis Hamilton por, pelo menos, mais um ano. “O novo contrato mostra que eu ganhei a confiança da […]

11:45 | 13/09/2017

 

A Mercedes anunciou, nesta quarta-feira, a permanência de Valtteri Bottas na escuderia para a temporada 2018, da Fórmula 1. O finlandês, que faz parte da equipe desde o início de 2017, correrá ao lado do britânico Lewis Hamilton por, pelo menos, mais um ano. “O novo contrato mostra que eu ganhei a confiança da equipe. Mas sempre há espaço para melhorar”, ressaltou o piloto.

“Quando eles me contrataram, depositaram confiança nas minhas habilidades. Eu ainda não demonstrei todo meu potencial”, analisou Bottas. Na escuderia, o atleta já fez 13 corridas e soma 197 pontos. Ele é o terceiro colocado na classificação geral da disputa 2017, liderada por seu colega, Hamilton, com 238.

Aos 28 anos, o finlandês subiu no lugar mais alto do pódio no GP da Rússia e da Áustria. Correndo pela Mercedes, também fez duas pole positions — em Bahrein e na Áustria. “Eu vou continuar trabalhando muito para melhorar minha direção, obter melhores resultados e mostrá-los que eles fizeram a decisão correta ao confiar em mim”, destacou o piloto.

“Desde que eu entrei no time, em janeiro, eu tenho curtido trabalhar com eles todos os dias. Como piloto, tenho aprendido e crescido muito”, ressaltou Bottas. “Eu estou impressionado com a mentalidade, dedicação e o espírito de equipe que há na Mercedes”.

Toto Wolff, diretor da escuderia, também destacou o bom desempenho do finlandês. “Houve altos e baixos – mais altos, menos baixos. Tivemos também alguns grandes momentos, como as vitórias na Rússia e na Áustria”, declarou. “No geral, o equilíbrio de suas performances e sua trajetória ascendente fizeram com que continuássemos com ele em 2018”, finalizou Wolff.

Gazeta Esportiva