PUBLICIDADE
Esportes

Alonso prevê dificuldades na Malásia, mas crê em corrida sólida

Neste domingo será realizado o Grande Prêmio da Malásia, 15ª prova da temporada de 2017 da Fórmula 1. Faltando apenas seis corridas para o final do campeonato, Fernando Alonso exaltou que tanto ele quanto a McLaren ainda estão motivados em tentarem conquistar resultados positivos. Mesmo assim, o bicampeão sabe que não terá vida fácil no [?]

16:15 | 25/09/2017

Neste domingo será realizado o Grande Prêmio da Malásia, 15ª prova da temporada de 2017 da Fórmula 1. Faltando apenas seis corridas para o final do campeonato, Fernando Alonso exaltou que tanto ele quanto a McLaren ainda estão motivados em tentarem conquistar resultados positivos. Mesmo assim, o bicampeão sabe que não terá vida fácil no Circuito de Sepang.

?Na Malásia, a configuração funcionará menos a nosso favor, mas é claro que ainda vamos lutar por tudo. Há seis corridas restantes e estamos colocando toda nossa energia em terminar as provas na melhor posição possível. Sepang será mais difícil para nós, uma vez que as curvas exigem boa velocidade e potência. Espero que possamos evitar dramas e ter uma corrida sólida?, disse.

Apesar de saber que encontrará dificuldades na Malásia, Alonso espera que possa fazer uma corrida melhor do que em Cingapura. Em Marina Bay, o espanhol acabou abandonando a corrida logo no início, após ser jogado para fora da pista por conta de um acidente que envolveu Kimi Raikkonen, Sebastian Vettel e Max Verstappen.

?Depois de Cingapura, já estou ansioso para voltar ao carro e espero que eu consiga ir além da primeira curva na Malásia. O que aconteceu foi decepcionante e é difícil esconder a frustração quando você é vítima do incidente de outra pessoa. Senti que tínhamos o potencial de sermos competitivos, uma das nossas únicas oportunidades no ano, e é uma pena que não conseguimos conquistar pontos, mas essas coisas acontecem?, finalizou.

No atual campeonato, Alonso é apenas o 15º colocado no Mundial de pilotos, com dez pontos conquistados. Seu companheiro na McLaren, o belga Stoffel Vandoorne, é o 17º, com sete. Na temporada passada, o espanhol terminou na sétima posição na Malásia, enquanto Jenson Button, que defendia a escuderia britânica, foi o nono.

Gazeta Esportiva

TAGS