Participamos do

Djokovic é barrado em aeroporto por não tomar vacina e está fora do Australian Open

Tenista número 1 do mundo ficou retido no aeroporto por 12 horas em Melbourne, na Austrália, e teve o visto cancelado após não apresentar comprovante de vacinação
20:46 | Jan. 05, 2022
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Repórter do caderno de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic está fora do Australian Open 2022. O sérvio ficou 12 horas retido no aeroporto de Tullamarine, em Melbourne, mas foi barrado e impedido de adentrar na Austrália por não apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19. Os advogados do atleta tentam recorrer da decisão para que ele ainda possa participar da competição.

Djokovic desembarcou no país com uma liberação especial, alegando que não pode ser vacinado. Entretanto, o visto aplicado não dava suporte à exceção de vacina por motivo médico. Por isso, o atleta foi barrado na imigração. O governo de Vitória, local onde será realizado o Grand Slam australiano, determinou que pessoas envolvidas no evento devem estar 100% imunizados. 

Em sua conta do twitter, o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison criticou Djokovic após o tenista ser barrado no aeroporto local. "O visto do senhor Djokovic foi cancelado. Regras são regras, especialmente quando se trata de nossas fronteiras. Ninguém está acima dessas regras. Nossas fortes políticas de fronteira têm sido fundamentais para que a Austrália tenha uma das taxas de mortalidade mais baixas do mundo devido à Covid. Continuamos vigilantes", postou o político.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags