Participamos do

Mercedes desiste de apelação e parabeniza Verstappen pelo título da F-1

Após polêmica no GP de Abu Dhabi, envolvendo piloto holandês e Lewis Hamilton, alemães recuam e reconhecem conquista do piloto da Red Bull
14:38 | Dez. 16, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após receber respostas negativas aos dois protestos protocolados contra o resultado do Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1, ocorrido no último domingo, 12, a Mercedes divulgou em nota que desistiu da apelação e reconheceu o título mundial de Max Verstappen, da Red Bull.

“Para Max Verstappen e Red Bull Racing: gostaríamos de expressar nosso sincero respeito por suas conquistas nesta temporada. Vocês tornaram este título de campeonato de Fórmula 1 verdadeiramente épico. Max, parabenizamos você e toda a sua equipe. Estamos ansiosos para levar a luta até você na pista na próxima temporada”, escreveu.

Os protestos da Mercedes decorreram de dois momentos da prova em que a escuderia alemã atestou irregularidades. A primeira ocorreu quando Verstappen colocou seu carro à frente do de Hamilton quando a corrida estava sob bandeira amarela. A segunda foi pelo fato de, no final da corrida, apenas cinco retardatários receberem permissão de ultrapassar o Safety Car, justamente os cinco que distanciavam Verstappen de Hamilton.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Na corrida de domingo, muitos sentiram, inclusive nós, que a forma como as coisas se desenrolaram não estava certa. O motivo pelo qual protestamos contra o resultado da corrida no domingo foi porque os regulamentos do Safety Car foram aplicados de uma nova maneira que afetou o resultado da corrida, depois que Lewis estava na liderança e a caminho de ganhar o Campeonato Mundial”, registrou a equipe alemã.

Nesta quarta-feira, 15, a FIA informou que, junto com as equipes e os pilotos que disputam a Fórmula 1, irá debater e analisar os fatos ocorridos na última corrida de 2021. A Mercedes elogiou a atitude da Federação.

“Apelamos no interesse da justiça esportiva, e desde então temos mantido um diálogo construtivo com a FIA e a Fórmula 1 para criar clareza para o futuro, de modo que todos os competidores conheçam as regras sob as quais correm e como serão aplicadas . Assim, saudamos a decisão da FIA de instalar uma comissão para analisar minuciosamente o que aconteceu em Abu Dhabi e para melhorar a robustez das regras, governança e tomada de decisão na Fórmula 1”, escreveu a escuderia alemã.

Apesar da derrota de Hamilton, a Mercedes conquistou seu oitavo título seguido do Mundial de Construtores. Os alemães terminaram o campeonato com 613,5 pontos, 28 a mais que a rival Red Bull.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags