Participamos do

Cearense Mika Sol conquista o circuito mundial de kitesurfe pela quarta vez

Além dela, Carlos Mário "Bebê" venceu o Superkite Brasil 2021 no masculino e terminou o mundial em terceiro lugar; a última etapa foi decidida neste domingo, 14, na Praia do Cumbuco, no Ceará
13:52 | Nov. 14, 2021
Autor Lennon Costa
Foto do autor
Lennon Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A cearense Mika Sol confirmou o favoritismo e conquistou, nesse domingo, 14, o circuito mundial de kitesurfe pela quarta vez ao vencer a última etapa do circuito mundial na Praia do Cumbuco, no Ceará. Na final, Mika fez uma bateria disputada com a espanhola Rita Arnaus, mas na última manobra conseguiu uma nota 10 e levou o título.

No Masculino, o cearense Carlos Mário "Bebê" venceu a etapa e terminou em terceiro lugar no circuito mundial. Além de Bebê, a final contava com o suíço Maxime Chabloz e mais dois brasileiros, Erick Anderson e Manoel Soares, a disputa foi nota a nota com os quatro atletas. Na última manobra, Bebê repetiu o que fez Mika, tirou nota 10 e garantiu o trófeu da etapa.

Bebê e Mika foram ovacionados e carregados nos braços pelos presentes no Cumbuco. Emocionado, Bebê dedicou o título a seu irmão, que faleceu recentemente. "Queria que meu irmão estivesse aqui, foi ele que me incentivou a entrar no kite, então esse título é para ele", comentou o campeão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao final das celebrações, os atletas se reuniram em pódio montado na praia para receberem seus troféus das mãos de patrocinadores, autoridades da cidade de Caucaia, diretores do Superkite e da GKA — Federação Internacional de Kitesurfe.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags