Participamos do

GP de São Paulo começa nesta sexta e terá como novidades a corrida sprint e a sustentabilidade

GP terá a redução de cerca de 20 mil litros de diesel para os geradores em relação à corrida de 2019 e fará a compensação de 100% da emissão de carbono
15:19 | Nov. 10, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Chegou a vez do Brasil na temporada 2021 da Fórmula 1. O Grande Prêmio de São Paulo terá início nesta sexta-feira e dentre as novidades deste ano em Interlagos, está a corrida Sprint, que define o grid de largada para a prova.

Contudo, esta edição também terá um grande destaque fora das pistas: a sustentabilidade. Será a primeira vez que Interlagos fará compensação de 100% das emissões de carbono em uma operação ligada à preservação da floresta amazônica. O GP também terá a redução de cerca de 20 mil litros de diesel para os geradores em relação à corrida de 2019.

“Desde que começamos a planejar a corrida deste ano, a ideia de um evento ecologicamente sustentável sempre esteve presente. Isso deverá avançar mais a cada ano. Mas já estamos dando um grande passo”, disse Alan Adler, CEO do GP São Paulo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em 2021, também pela primeira vez em Interlagos, a AMLURB (Agente Municipal de Limpeza Urbana) estará envolvida com o recolhimento de resíduos. Além disso, a a startup Coletando Soluções, Solvi Essencis Ambiental, maior entidade de gestão de resíduos da América Latina, e a empresa de limpeza Lume, que opera com a Coopercaps, trabalham em parceria para desenvolver um projeto racional de coleta para os próximos anos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags