Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Fortaleza Basquete Cearense chega à quarta semana de trabalhos visando o NBB

Com três reforços anunciados até o momento e a manutenção de peças importantes, o treinador Alberto Bial confia que o Carcalion vai ter uma temporada ainda melhor que a passada
16:20 | Set. 23, 2021
Autor Lennon Costa
Foto do autor
Lennon Costa Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Restando pouco mais de um mês para o início da temporada 2021/2022 do Novo Basquete Brasil (NBB), o Fortaleza Basquete Cearense segue em trabalho de preparação para a estreia contra a Unifacisa-PB, marcada para o dia 27 de outubro. Após ter chegado aos playoffs e terminado entre os dez melhores na temporada 2020/2021, o clube tem metas ainda maiores para este novo ciclo.

A grande novidade é o retorno do armador Davi Rosetto, que foi um dos símbolos do clube de 2012 a 2018, e estava no Minas na temporada passada. Os outros reforços anunciados até agora foram o pivô Ralfi Ansaloni, vindo do Pinheiros-SP, e o ala Pedro Teruel, do Caxias do Sul Basquete-RS, além da importante manutenção do ala Desmond Holloway no elenco.

A assessoria do clube ainda não divulgou o orçamento para a temporada, mas ainda devem ser anunciadas novas contratações, além da subida de jogadores vindos das categorias de base.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O treinador Alberto Bial se mostrou entusiasmado pelo que vem vendo nessa pré-temporada. Segundo ele, a parceria do Basquete Cearense com o Fortaleza tem tudo para ser um sucesso.

“O Fortaleza Basquete Cearense pode ser ainda mais significativo, porque temos uma grande equipe, centenária, que está performando muito bem no futebol, e que, por isso, pode se criar esse combo tão bacana de futebol e basquetebol”, disse.

Sobre a estreia diante da Unifacisa, Bial chamou o confronto de um clássico nordestino, e se animou com a possibilidade de receber público. “Estamos animados com a possibilidade de volta da torcida, e a gente acredita que na nossa estreia a gente já tenha condições de colocar um bom público. É um clássico nordestino, existe uma rivalidade muito saudável entre a equipe daqui e a de Campina Grande, será um grande jogo”. Na temporada passada, os jogos foram feitos em bolhas em sedes, sempre de portões fechados, enquanto a anterior acabou suspensa em decorrência da pandemia.

O jogo de estreia contra a Unifacisa está marcado para o dia 27 de outubro, no Centro de Formação Olímpica, que será a casa do Fortaleza Basquete Cearense na temporada.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags