PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Temporada 2021 marcou 32º título da carreira de Cristiano Ronaldo

Atacante possui os principais títulos da Europa, além de recordes e prêmios individuais

12:24 | 26/05/2021
Cristiano Ronaldo chegou ao 32ª título na carreira (Foto: Miguel Medina/AFP)
Cristiano Ronaldo chegou ao 32ª título na carreira (Foto: Miguel Medina/AFP)

Cristiano Ronaldo segue colecionando títulos pelos clubes que passa. O português conquistou seu 32º troféu na carreira e o 5º pela Juventus ao vencer a final da Copa da Itália por 2 a 1 sobre a Atalanta, nesta quarta-feira (19).


Com exceção da liga alemã, onde Cristiano ainda não atuou, todos os títulos das consideradas principais competições europeias foram vencidas pelo atacante: Premier League (3x), La Liga (2x), Série A (2x), Champions League (5x), Eurocopa (1x), além do Mundial de Clubes (4x).


Apesar da temporada abaixo da equipe de Turim, eliminado da Liga dos Campeões de forma precoce e com campanha decepcionante no Campeonato Italiano, ocupando a quinta posição com uma rodada para o seu término, Cristiano conseguiu manter bons números individuais.


Foram 36 gols em 44 jogos na temporada 2020-2021, além de ser o atual artilheiro do

Campeonato Italiano com 29 gols. Ao todo pela Juventus, soma 101 gols marcados em 133 jogos, ocupando o posto de 12º maior artilheiro do clube italiano. No Real Madrid, onde obteve grande sucesso, foram 450 gols, 126 a mais que Raúl, segundo maior artilheiro da história do clube espanhol.


Pela seleção de Portugal, Cristiano não só é maior artilheiro com 103 gols em 173 jogos, como também o segundo jogador da história a marcar mais vezes pela seleção do seu país, a frente de nomes como Pelé (77 gols em 91 jogos), Messi (71 gols em 140 jogos) e Miroslav Klose (71 gols em 137 jogos). O português fica atrás apenas de Ali Daei, do Irã, com 109 gols em 149 jogos.


Além dos títulos, a vitoriosa trajetória de Cristiano Ronaldo no futebol também é recheada de prêmios e recordes pessoais: Bola de Ouro (4x), Goal 50 (5x) e The Best (2x). Pela Champions League, principal torneio da Europa, o atacante foi artilheiro em 7 edições (2008, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018).


O percurso até a Juventus

 

Cristiano Ronaldo fez seu primeiro jogo profissional aos 17 anos, pelo Sporting, de Portugal. O jovem atacante chamava atenção por sua velocidade, boa finalização e capacidade de vencer facilmente adversários no confronto um contra um.


Aos 18 anos, Cristiano já era disputado por gigantes da Europa: Arsenal, Valencia e Barcelona, além, claro, do Manchester United, clube que saiu vencedor da disputa. O português chamou a atenção de Alex Ferguson, então treinador do United, após um amistoso realizado contra o Sporting.


A missão de Cristiano Ronaldo não era fácil. Chegou em 2003 à Inglaterra herdando a camisa 7 de David Beckham, que acabava de se transferir para o Real Madrid. E isso levou tempo, era necessário, antes, lapidar a joia.


Em 2006, então, foi quando Cristiano realmente começou a brilhar. O United vinha de três temporadas sem conquistar a Premier League. O clube optou por vender Van Nistelrooy, assim como Beckham, para o Real Madrid. Ao lado de Ronaldo, uma nova promessa surge, Wayne Rooney. A dupla, na época com 20 (Roney) e 21 (Ronaldo) anos, seriam os responsáveis por comandar o ataque dos Diabos Vermelhos nos anos seguintes.


Foram três títulos consecutivos da Premier League (2006, 2007 e 2008), além de conquistar a Champions League em 2007-08.


Em 2009, Ronaldo chega ao Real Madrid após ser comprado por 94 milhões de euros, considerada uma transação recorde na época. Com Florentino Pérez retornando à presidência, o Real tentava repetir um time "Galáctico", assim como a geração de Zidane, Figo, Beckham e Ronaldo. Junto de Cristiano, nomes como Kaká, Benzema e Xabi Alonso também chegaram ao clube, sob comando do também recém contratado Manuel Pellegrini.


A temporada de 2009, no entanto, enfrentou alguns problemas. Primeiro: O excesso de estrelas no elenco dificultou a montagem de uma equipe titular. Segundo: Surgia o Barcelona de Pep Guardiola.

 

Foram 3 anos sem campanhas de grande relevância, até que, em 2012, comandados por Mourinho, o primeiro grande título: La Liga e a Supercopa da Espanha.


Em 2013, com a chegada do atacante Bale, formando o que ficou conhecido como "trio BBC", entre Cristiano Ronaldo, Benzema e Bale, e também do treinador Carlos Ancelotti, o Real Madrid conquistou a "La Décima", décimo título do clube espanhol da Champions League. Posteriormente, veio o tricampeonato, em 2016, 2017 e 2018.


A passagem vitoriosa pelo Real Madrid se encerrou em 2018, quando o português se transferiu para a Juventus, da Itália. Apesar de dominante nacionalmente, conquistando títulos da Série A, e equipe de Turim, mesmo sob comando de Ronaldo, não alcançou grandes feitos nos campeonatos europeus.


Os títulos de Cristiano Ronaldo


Sporting (Portugal):

Supercopa de Portugal (2002)


Manchester United (Inglaterra):

Mundial de Clubes da Fifa (2008)

Liga dos Campeões da Europa (2008)

Campeonato Inglês (2007, 2008 e 2009)

Copa da Inglaterra (2004)

Copa da Liga Inglesa (2006 e 2009)

Supercopa da Inglaterra (2007)


Real Madrid (Espanha):

Liga dos Campeões da Europa (2013-14, 2016-17, 2017-18 e 2018)

Mundial de Clubes da Fifa (2014, 2016 e 2017)

Supercopa da Uefa (2014 e 2017)

Campeonato Espanhol (2012 e 2017)

Copa do Rei da Espanha (2011 e 2014)

Supercopa da Espanha (2012 e 2017)


Juventus (Itália):

Campeonato Italiano (2019 e 2020)

Supercopa da Itália (2018 e 2020)

Copa da Itália (2021)

 

Por: Mateus Moura