PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Fifa afirma "buscar soluções" para convocação de jogadores sul-americanos

Impasse sobre convocação de jogadores que atuam na Europa pode resultar em adiamento de rodada dupla das Eliminatórias da América do Sul em março

17:31 | 05/03/2021
Restrições impostas por países europeus impossibilita convocação para seleção brasileira de jogadores que atuam na Europa (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Restrições impostas por países europeus impossibilita convocação para seleção brasileira de jogadores que atuam na Europa (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Fifa se comprometeu nesta sexta-feira, 5, a "continuar procurando soluções" para conseguir a liberação junto aos clubes europeus dos jogadores sul-americanos convocados para as eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, já que suas equipes estão preocupadas com a pandemia de covid-19, informou a Conmebol.

“Uma reunião de trabalho foi realizada pela Fifa, Conmebol e associações membros sobre as datas de março das Eliminatórias (Sul-Americanas). A Fifa se comprometeu a continuar buscando uma solução para o impasse que surgiu porque os jogadores sul-americanos não são liberados para atuar por suas seleções”, indicou a entidade que comanda o futebol na América do Sul.

A Conmebol divulgou que no sábado será realizado um encontro virtual entre o presidente da Fifa, Gianni Infantino, a associação sul-americana e as suas 10 federações membros que integram o conselho da Conmebol. Inicialmente, foi mencionado que essa reunião seria nesta sexta-feira.

A maioria dos clubes europeus não quer ceder seus jogadores porque, para eles participarem da quinta e sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, nos dias 25-26 e 30 de março, deverão ficar em quarentena, seguindo regras de combate à Covid-19 estabelecidas pelos governos locais